Prefeitura de Angra libera funcionamento de comércios e igrejas

Compartilhe!

Após pressão de comerciantes e lideranças religiosas, a Prefeitura de Angra dos Reis resolveu liberar o funcionamento do Comércio e Igrejas a partir desta terça-feira, 05. A decisão passa a valer um dia após o município registrar sua quarta morte por Covid-19.

 A Prefeitura de Angra publicou no fim da tarde desta segunda-feira, 04, dois novos decretos flexibilizando ainda mais a quarentena no município. O primeiro, nº 11.635, permite o funcionamento de estabelecimentos comerciais, e o outro, nº 11.637, autoriza a abertura de templos religiosos. Ambos já estão valendo.

Esta decisão de ampliar ainda mais a flexibilização da Quarentena em Angra dos Reis foi publicada no mesmo dia em que a Prefeitura anunciou que o município chegou ao número de 1245 casos com suspeita clínica de infecção pelo novo coronavírus, sendo 198 confirmados. Desses, 188 estão em isolamento domiciliar, seis estão internados e há quatro óbitos. Entre os casos confirmados, 37 são considerados recuperados.

De acordo com a Prefeitura, a transição para o regime de Distanciamento Social Seletivo (DSS) será reavaliada semanalmente pelo Gabinete de Crise, seja para aumentar ou mesmo para restringir as medidas. Na hipótese de ocupação superior a 50% (cinquenta por cento) dos leitos hospitalares destinados exclusivamente ao tratamento do COVID-19, serão imediatamente retomadas as medidas mais rigorosas de fechamento dos templos religiosos e estabelecimentos comerciais.

Atualmente a ocupação dos Leitos destinados a pacientes com COVID-19 em Angra dos Reis está 20%, segundo publicação do Prefeito Fernando Jordão. No último dia 30, este número era de 12%de acordo com informações do município em um processo judicial movido pelo Ministério Público na semana passada. O órgão pedia o fim da flexibilização da Quarentena em Angra, mas o pedido foi negado.

Linha do tempo com o número de casos confirmados de Covid-19 em Angra

Regras para o comércio

A permissão para a abertura do comércio vem acompanhada de uma restrição para o horário de funcionamento. Os estabelecimentos poderão funcionar de segunda a sexta-feira, das 14h às 18h, e aos sábados, das 8h às 18h.

 Medidas de higiene e proteção também terão que ser adotadas. Dentre elas estão a exigência de que todas as pessoas usem máscaras durante o horário de funcionamento do estabelecimento; o fornecimento de máscaras e álcool gel 70% para todos os funcionários e clientes; a higienização dos sanitários constantemente e dispor de sabonete líquido, papel toalha e lixeira e a disponibilização de álcool gel 70% para higienização das mãos na entrada e demais pontos de atendimento ao cliente.

Vale destacar que estas novas regras não valem para estabelecimentos que já estavam liberados, como supermercados, oficinas mecânicas, farmácias, etc.

Regras para Templos Religiosos

Por meio do Decreto nº 11.637, a Prefeitura de Angra autorizou a abertura dos templos religiosos de todas as denominações, a partir desta terça-feira, 05, mas com capacidade máxima de uma pessoa a cada 9 m², sendo que a lotação máxima não poderá ser superior a 40 pessoas.

Além disso, outras determinações do decreto deverão ser cumpridas: distanciamento de 1,5 metros entre as pessoas em todos os momentos; acesso único para entrada e para saída das pessoas e organização do fluxo quando o templo possuir um único acesso; exigência que todas as pessoas usem máscaras;  fornecimento de máscaras e álcool gel 70% para todos, além de medidas de higienização.

Segundo a Prefeitura, o responsável pela instituição terá que assinar um termo de compromisso garantindo que as medidas serão cumpridas e que o descumprimento poderá ocasionará novo fechamento do templo.

Será publicado, amanhã (5), no Boletim Oficial, um novo decreto permitindo o retorno do funcionamento de alguns setores da sociedade, mas com extrema responsabilidade e cuidado com as vidas….#angradosreis #prefeituradeangra #covid_19

Publicado por Prefeitura de Angra dos Reis em Segunda-feira, 4 de maio de 2020

Redação

Site de notícias da região da Costa Verde fluminense: Angra dos Reis, Mangaratiba e Paraty.