PARATY GANHA NOVO ESPAÇO CULTURAL

Compartilhe!

Um dos mais antigos equipamentos culturais de Paraty voltou a ser usado: o Cinema da Praça da Matriz. Adquirido pela Prefeitura, será agora um espaço cultural multiuso aberto para exposições de arte e fotografia, apresentações de música e teatro, saraus literários e performances, projeções de filmes e vídeos, palestras, debates, cursos e oficinas, e tudo o mais que a diversidade da cultura em Paraty tem a oferecer – com uma atenção especial às crianças e jovens.

O cinema foi aberto na Praça da Matriz em 1934, segundo o escritor e cronista da cidade Zezito Freire, ainda na época dos filmes mudos, e era conhecido como o Cinema do Paulo Pirata, devido ao apelido de seu proprietário, tendo funcionado até meados da década de 1940. Alguns anos depois, foi reaberto por Antonio de Oliveira Vidal como Cine São Jorge, após reformas que o tornaram cinema falado – mas sempre com um só projetor, que envolvia longas pausas para o rebobinamento antes do carretel seguinte. Ainda assim, o cinema persistiu, sendo adquirido por Pedro Stanisce em 1969, que enfim o dotou de uma segunda máquina de projeção; em vão, todavia, pois na época já era demais a concorrência da televisão cuja imagem melhorara muito com a instalação de nova antena, e o cinema de Paraty fechou as portas em 1973.

O prédio permaneceu fechado por muitos anos, teve outras destinações e foi esporadicamente utilizado em eventos culturais, até ser adquirido pela Prefeitura, para esse fim. Durante a FLIP, foi cedido para ser a Biblioteca da Flipinha. Após a FLIP, a Secretaria de Cultura promoverá uma chamada pública para todos aqueles que tiverem propostas para a ocupação cultural do novo espaço multiuso de Paraty, o antigo Cinema da Praça da Matriz.

Redação

Site de notícias da região da Costa Verde fluminense: Angra dos Reis, Mangaratiba e Paraty.