Mistério sobre preço dos Respiradores de Angra chega ao fim

Compartilhe!

Nesta semana finalmente veio a público o valor que a Prefeitura de Angra pagou por cada um dos 40 respiradores pulmonares que comprou, por meio da Organização Social IDEAIS, para equipar o Centro de Referencia ao Tratamento do Covid-19, na Santa Casa. Desde o o início da Pandemia, a população de Angra dos Reis cobra transparência nos gastos da Saúde.

Segundo o Ofício nº617/2020/SSA.GAB, assinado no dia 18 de junho e protocolado junto à Câmara Municipal onze dias depois, os 40 respiradores comprados pela Organização Social custaram R$5.611.000. Destes, 15 são usados.

O ofício da Secretaria de Saúde destaca que os “aparelhos respiradores foram comprados com a devida garantia contratual e, portando, contam com a assistência técnica em caso de necessidade de manutenção”.

Vale lembrar que até esta data a IDEIAS já recebeu um total de R$37,2 milhões, de um total de R$81,7 milhões em empenhos para a questão do Covid-19.

R$160 mil por respirador pulmonar usado

Segundo o documento, o valor pago pelos equipamentos, de diversas marcas, varia de R$125 mil a R$169 mil. O respirador mais caro adquirido foi um aparelho novo, do modelo T75, junto a empresa RW2, no valor de R$169 mil. Já entre os usados, o mais caro foi do modelo Vela, comprado junto a empresa São Caetano, no valor de R$160 mil.

Já os respiradores pulmonares mais baratos foram dois equipamentos novos, da marca Microtak Total K3X, adquiridos junto a empresa Altprest, no valor individual de R$59 mil. Entre os usados, os mais em conta foram três equipamentos adquiridos da empresa Promicro, no valor de R$125 mil cada.

Preço dos respiradores

Confira abaixo o documento:

Redação

Site de notícias da região da Costa Verde fluminense: Angra dos Reis, Mangaratiba e Paraty.