IML de Angra não deve fechar

Compartilhe!

ONG, que faria manifestação contra o fechamento do Instituto Médico Legal em Angra (IML), recebeu comunicado do governo do Estado sobre continuidade do serviço. Autoridades aguardam confirmação de Beltrame.

O IML de Angra dos Reis não será fechado, afirmou nesta segunda-feira, 23, representantes da Organização Não Governamental (ONG) Mulheres Determinadas e Amigas do Brasil, com sede em Angra dos Reis. A entidade, que preparava uma manifestação contra o fechamento do IML para a próxima quarta-feira, 25, recebeu um comunicado do governo do Estado garantindo a continuidade do funcionamento da unidade, que atende vários municípios da região. Segundo informações da ONG, o que há é “uma avaliação, ainda em fase inicial, do remanejamentos de determinados serviços”. Autoridades de Angra continuam céticas sobre o assunto e aguardam informações oficiais do secretário de Segurança Pública do estado, José Mariano Beltrame.

– Entramos em contato diretamente com o gabinete do Governador em exercício Francisco Dornelles, que prontamente encaminhou nosso manifesto contra o fechamento do IML de Angra dos Reis, e obtivemos a resposta da chefia da Polícia Civil do estado. Fomos informados por e-mail oficial que a respeito das unidades periciais serão dadas diretrizes pro gestor local em questão de gerenciamento interno, com base num critério objetivo, a possível redistribuição da circunscrição dos postos, processo ainda em avaliação – afirmou a organização em seu Facebook.

A ONG promoveu na manhã desta segunda-feria, 23, uma manifestação apoiando a continuidade do IML em Angra dos Reis e agradecendo ao Governador em Exercício, Francisco Dornelles (PP), pela decisão de manter o serviço no município. O ato contou com a participação dos presidentes das associações de moradores dos bairros Itinga, Morada do Bracuí e Bracuí.

Autoridades discutirão questão do IML com Beltrame

Na próxima quarta-feira, 25, o vice-prefeito de Angra dos Reis, Leandro Silva,  terá uma agenda com o secretário estadual de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, para colocar um fim nos boatos que cercam a questão do IML no município e pedir reforços para a segurança pública na cidade, que vem enfrentando uma onda de violência sem precedentes. Ele estará acompanhado de alguns vereadores, que também estão preocupados com estas situações.

Precisamos saber quais serviços serão revistos e quais serão mantidos na unidade do Instituto Médico Legal em Angra dos Reis. Este enxugamento que o estado afirma que fará, não pode prejudicar nossa população. Precisamos lutar para que a região não fique desassistida e neste momento todas as forças políticas do município devem permanecer irmanadas – destacou Leandro.

Redação

Site de notícias da região da Costa Verde fluminense: Angra dos Reis, Mangaratiba e Paraty.