HOSPITAL DA JAPUÍBA ULTRAPASSA OS 13 MIL ATENDIMENTOS

Compartilhe!

Unidade realizou quase mil cirurgias nos últimos seis meses.

Aberto ao público no último dia 6 de janeiro, pela prefeita Conceição Rabha, o Hospital Geral da Japuíba completa seis meses de funcionamento com resultados expressivos e a certeza de que tornou-se, neste período, uma referência no atendimento na região Costa Verde. Desde a abertura, os profissionais do HGJ já realizaram 424 internações, 977 cirurgias e 12.568 atendimentos de emergência. Os números refletem a eficiência e a confiança da população no serviço.

Até agora, o mês com maior número de atendimentos emergenciais foi fevereiro, totalizando 2.665 entradas na Emergência. Em junho o hospital teve o maior número de internações, chegando a 165. No mesmo mês o número de cirurgias também foi alto, com 225 procedimentos, sendo 182 eletivos (marcados) e 43 emergenciais. Além disso, no mesmo período, foram realizados dois procedimentos de captação de órgãos para transplantes, realizados pela primeira vez na cidade na rede pública.

— Desde que foi aberto, o objetivo é centralizar os atendimentos e procedimentos de emergência, no Hospital da Japuíba, e estamos conseguindo. A população de Angra já está se adaptando a essa realidade e entendendo que a Santa Casa tem, agora, outro objetivo, que não é a emergência geral. Os resultados deixam isso bastante claro – explicou a diretora do Hospital, a médica Kátia Jayme.

O Hospital Geral da Japuíba Jorge Elias Miguel é um complexo de 10 mil m² com três pavimentos e anexos. Ali funcionam o serviço de emergência, uma unidade para pacientes graves, enfermarias masculina e feminina, enfermaria psiquiátrica, sala de gesso, centro de imagem (com raio-x, tomografia e ultrassonografia), além do centro de oftalmologia. No segundo andar estão as enfermarias de UTI e o centro cirúrgico com cinco salas amplamente equipadas, além de alojamentos para as equipes médicas e de enfermagem. O Hospital faz parte da rede de urgência e emergência juntamente com os SPAs (Serviços de Pronto Atendimento), Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e a Policlínica da Cidade, para pequenas e médias emergências.

A manutenção do Hospital da Japuíba é compartilhada com o Ministério da Saúde, do Governo Federal, que aporta 25% das despesas da unidade, o equivalente a R$ 36 milhões por ano, sendo assim, o maior investimento direto do Governo Federal em Saúde na região.

Redação

Site de notícias da região da Costa Verde fluminense: Angra dos Reis, Mangaratiba e Paraty.