Gastos com o Covid em Angra superam R$55 milhões

Compartilhe!

Os empenhos da Prefeitura de Angra dos Reis para o combate ao Covid-19 superaram os R$55.5 Milhões desde o início da Pandemia, em Março. Somente em contratações sem licitação (emergenciais) são R$52 milhões, um aumento de aproximadamente R$22 milhões desde o dia 16 de Abril, quando o Angranews publicou o primeiro levantamento dos gastos de Angra com a Pandemia do Novo Coronavírus.

Apenas no mês de Março, a Prefeitura empenhou do Fundo Municipal de Saúde, R$17.562.412,00; em Abril o valor foi de R$22.452.787,05 e até o dia 27 de Maio somam-se outros R$15.488.750,29; totalizando R$55.503.949,34. Destes valores, já foram pagos R$35.038.053,35.

Organização Social fatura a maioria dos contratos

A empresa que vem ganhando os maiores contratos emergenciais desde o início da Epidemia é a Organização Social (OS) Instituto de desenvolvimento Institucional e Ação Social (IDEIAS), que está executando serviços na Santa Casa, transformada em um Centro de Atendimento do Coronavírus e nas oito tendas de triagem. Ao todo a empresa acumula mais de R$40 milhões em empenhos e até esta data já recebeu R$22 milhões.

Empenhos para a IDEAS somam R$40.369.300,05

Outras contratações

Entre as últimas contratações para o combate ao Covid-19 temos:

  • Contratação de empresa para readequação da Santa Casa, Contrate de Angra – R$2,9 milhões;
  • Compra emergencial de máscaras de proteção, Lumen Comércio de Material Médico Hospitalar – R$1,38 milhão;
  • Veiculação de Spots de vídeo, NS Ferreira Comunicação e Propaganda (Master TV) – R$81,4 mil;
  • Aquisição de Insumos Hospitalares, JM William Comércio de Materiais Hospitalares – R$55 mil;
  • Propagandas no jorna A Voz da Cidade, de Volta Redonda – R$46 mil;
  • Reforma da sala de raio-X da UPA infantil, WM Engenharia – R$32 mil.

Prefeitura disponibiliza contratos

Embora a Prefeitura de Angra dos Reis tenha disponibilizado seis contratos que efetuou com as prestadoras de serviço, informações importantes, como os anexos que descrevem serviços e termos de referência ainda não foram liberados no site oficial. Estas informações adicionais são importantes para que a população e autoridades possam fiscalizar se o que foi contratado está sendo devidamente entregue.

O Angranews já deu publicidade a dois destes documentos, o de gestão dos Oito Centros de Triagem e o do Centro de Referência do Covid-19 (Santa Casa), ambos tendo como favorecida a IDEIAS.

Redação

Site de notícias da região da Costa Verde fluminense: Angra dos Reis, Mangaratiba e Paraty.