Defeso do camarão chega ao fim

Compartilhe!

Depois de 3 meses de impedimento, pesca está liberada. Expectativa é que a produção de 2016 supere a do ano passado.

A pesca do camarão foi liberada em Angra nesta quarta-feira, 1º de junho, depois de três meses do cumprimento do período de defeso. A Secretaria de Pesca e Aquicultura de Angra dos Reis está com grande expectativa para iniciar o acompanhamento do número de produção deste ano, uma vez que, nós últimos dois anos, a produção apresentou níveis decrescentes.

Segundo o secretário da pasta, Júlio Magno, o Ibama manteve firme a fiscalização durante todo o defeso para coibir a trabalho de barcos que tentaram desrespeitar o período. Esse trabalho resultou, inclusive, na apreensão de embarcações.

– Neste ano, como a fiscalização foi intensa e houve um respeito pelo período por parte do pessoal de Angra, temos uma expectativa de boa produção – sinalizou Júlio Magno.

Se a produção de 2016 for maior do que a do ano passado, ela superará a marca de 104 toneladas de camarão arrastado. O número de 2015 ficou abaixo do de 2014, que registrou 128 toneladas.
Com o fim do defeso, cinco espécies estão liberadas para captura: o sete-barbas, o branco, o barba-ruça, o santana ou vermelho e o rosa, que é o de maior incidência na Baía da Ilha Grande.

Redação

Site de notícias da região da Costa Verde fluminense: Angra dos Reis, Mangaratiba e Paraty.