DC NÃO REGISTROU OCORRÊNCIAS GRAVES DURANTE CHUVAS DESTA SEMANA

Compartilhe!

2013-11-26_DC faz vistoria de enconsta_Fotógrafo_Luís Fernando Lara (51)Entre segunda e terça-feira choveu pouco mais de 60mm

Após um período de quase uma semana de chuvas em Angra dos Reis, a Defesa Civil municipal não registrou nenhuma ocorrência grave. Os agentes foram acionados por moradores para vistorias preventivas em residências. A servidão de uma região do Belém também foi comprometida e uma encosta do Balneário sofreu abalo. Em nenhum dos casos houve feridos.

Por causa da chuva da última madrugada de terça, dia 26, houve deslizamento de terra em dois bairros em frente à Igreja Assembleia de Deus, na Rua da Assembleia, na Santa Rita do Bracuí. Ninguém ficou ferido, e nenhuma casa foi atingida pelo deslizamento. Uma residência, porem, teve o quintal tomado pela lama, mas não teve sua estrutura atingida.

Já no Belém, uma servidão que dá acesso a quatro residências foi comprometida por um deslizamento de terra. A avenida Bom Jesus, que fica acima, não sofreu com o abalo. A Secretaria de Obras foi acionada para ir ao local retirar a lama e desobstruir o acesso.

QUEDA DE PEDRA EM ENCOSTA

No Balneário, uma pedra caiu de uma encosta próxima ao Angra Shopping, na Avenida Elias Rabha. O local tem sido monitorado constantemente pela Defesa Civil e foi isolado na manhã de terça-feira, dia 26. Uma pista da via que dá acesso ao bairro foi isolada até que a Secretaria de Obras resolva o problema.

Segundo a Gerência de Engenharia da Defesa Civil, pedras pequenas podem continuar a se desprender da encosta, por isso foi tomado essa medida preventiva.

CHOVEU QUASE 200 MILÍMETROS

O pluviômetro semiautomático instalado na base da Defesa Civil, que fica no bairro São Bento, marcou 62.6mm nas últimas 24 horas. E choveu 69.6mm em 72 horas. Do inicio do mês até hoje, dia 26, terça-feira, quase 200mm.

– A Defesa Civil continua de prontidão 24 horas por dia e sete dias por semana. Felizmente, nenhuma ocorrência grave foi registrada na última semana. Temos recebido ligações de moradores preocupados e que buscam informações. Ao menor sinal de risco, principalmente para os moradores que vivem próximos à encosta ou a rios, reitero que podem entrar em contato conosco sempre que precisar – frisou o secretário especial de Defesa Civil e Trânsito, Marco Oliveira.

Devido ao volume acumulado, a Coordenação de Integração Comunitária já contatou os responsáveis pelos pontos de reuniões, que são locais seguros onde moradores podem abrigar-se até que os riscos ocasionados pela chuva diminuam. O objetivo, segundo o secretário, é que eles fiquem de sobreaviso caso haja necessidade da abertura de algum ponto, garantindo assim a segurança dos moradores das áreas de risco.

O telefone de emergência da Defesa Civil é 199.

Redação

Site de notícias da região da Costa Verde fluminense: Angra dos Reis, Mangaratiba e Paraty.