Contrato milionário na Saúde ainda não apareceu

Compartilhe!

Desde o início da Pandemia do Covid-19, o Angranews tem cobrado transparência nos contratos emergenciais que a Prefeitura de Angra vem celebrando para o enfrentamento da doença. No final do mês passado, mais de um mês após de sua assinatura, o primeiro foi disponibilizado. Na semana passada outros dois vieram à luz do dia, porém o maior deles ainda não está disponível para consulta pública.

Organização Social acumula contratos emergenciais multimilionários

No último dia 06 revelamos que a Organização Social (OS) Instituto de desenvolvimento Institucional e Ação Social (IDEIAS) ganhou um contrato com a Prefeitura de Angra, de R$ 9.369.300,05 para a gestão dos oito centros de triagem do Novo Coronavírus, também sem publicidade. Até o momento, R$ 3.161.233,35 já foram recebidos pela empresa.

Dois dias depois da nossa denúncia, o extrato deste contrato (003/2020/COVID-19/SSA), foi finalmente publicado no Boletim Oficial (BO), mas seu inteiro teor não estava disponível no site da Prefeitura de Angra até o fechamento desta matéria, três dias após a publicação do BO.

Curiosamente a data de assinatura deste contrato é a mesma de sua publicação no BO, oito de maio, mais de um mês após os oito Centros de Pré-Atendimento Covid-19 entrarem em funcionamento.

Vale lembrar que esta OS é a mesma que já havia ganho um contrato sem licitação que pode chegar a R$24 Milhões com a Prefeitura de Angra para gerir o Centro de Referência do Covid-19, na Santa Casa.

Atualização (12/05/20 – 9h30) – Após nossa denúncia o contrato foi finalmente disponibilizado. Clique aqui para abrir.

Saiba mais:

Contrato não encontrado.

Até esta data o contrato ainda não estava disponível no site da Prefeitura

Data de Assinatura do Contrato é a mesma da sua publicação, mais de um mês após a implantação dos Oito Centros de Triagem.

A Data de Assinatura do Contrato é a mesma da sua publicação, mais de um mês após a implantação dos Oito Centros de Triagem.

Redação

Site de notícias da região da Costa Verde fluminense: Angra dos Reis, Mangaratiba e Paraty.