Aumenta procura pela Praia do Aventureiro

Compartilhe!

Com a chegada do Carnaval, cresceu a busca pela autorização para passar o feriado na Praia do Aventureiro, localizada na Reserva Biológica Estadual da Praia do Sul, na Ilha Grande, no Centro de Informações Turísticas (CIT) de Angra. Centenas de pessoas fizeram contato com a Fundação de Turismo de Angra (TurisAngra), querendo informações sobre as regras que já vigoram numa das praias mais reservadas da Ilha Grande.

Um termo de compromisso firmado entre Ministério Público Estadual, Procuradoria Geral do Estado do Rio, a antiga Feema, Prefeitura de Angra e a Associação de Moradores da Praia do Aventureiro, limita o número de visitantes à Praia do Aventureiro em 560 pessoas, que podem se hospedar em um dos 18 campings legalizados do local. O controle de acesso é feito com uma pulseira distribuída pela TurisAngra no Centro de Informações Turísticas da cidade, por ordem de chegada e somente no dia do embarque.

O presidente da TurisAngra, Kaká Gibrail, destaca que um dos desafios da nova gestão é dar mais conforto ao turista que busca a cidade.

— O sistema de controle de acesso ao Aventureiro, que herdamos do governo anterior, é muito precário. Já iniciamos os estudos de viabilidade para que, em breve, o visitante possa fazer sua reserva via Internet e com antecedência. Nosso objetivo é acabar com a fila no CIT e com a possibilidade de o turista sem autorização ser obrigado a voltar para casa, caso chegue sem o voucher no cais da Praia do Aventureiro — explicou Kaká.

 A TurisAngra dá ao turista na retirada do voucher uma importante recomendação: procurar sempre embarcações autorizadas a navegar em mar aberto pela Capitania dos Portos, pois não existe linha náutica regular para o local.

Redação

Site de notícias da região da Costa Verde fluminense: Angra dos Reis, Mangaratiba e Paraty.