Angraprev perdeu R$54 Milhões nos quatro primeiros meses de 2020

Compartilhe!

Nos primeiros quatro meses de 2020, o Instituto de Previdência Social de Angra dos Reis (Angraprev) perdeu R$54 milhões em aplicações financeiras.

A informação foi tornada pública pelo Controlador Geral do Município, Roberto Peixoto, na última sexta-feira, 29, durante a Audiência Pública de Prestação de Contas do 1º Quadrimestre de 2020, realizada na Câmara Municipal de Angra dos Reis.

Segundo Peixoto, o motivo desta perda foi a flutuação da Bolsa de Valores e da Taxa de Juros.

“Qualquer tipo de aplicação corre risco tanto de ganho quanto de perda. A legislação permite que os Fundos de Previdência apliquem até 20% em aplicações de risco, como Bolsa de Valores ou outro tipo. (…) Como nós temos Auditoria Externa e temos um Atuário que faz sempre o trabalho da previdência e o controle do Ministério da Economia, este tipo de perda é relevada pelo tipo de aplicação. Então não existe culpabilidade de ninguém, ao contrário, ela é normal em aplicações financeiras de qualquer pessoa“, explicou o Controlador.

Peixoto destacou ainda que mesmo com a possibilidade legal de se investir 20% dos recursos do RPPS (Regime Próprio de Previdência Social) neste tipo de aplicação, investimentos de risco correspondem a aproximadamente 10% do que está aplicado. O restante está em Renda Fixa.

De acordo com o último Balanço Financeiro do Angraprev, o instituto tinha, em Dezembro do ano passado, R$1.084.996.402,58.

No total, a arrecadação no 1º quadrimestre de 2020 foi de R$339.713.906.36, uma queda de R$87.061.160.36 no que era previsto para o período.

Redação

Site de notícias da região da Costa Verde fluminense: Angra dos Reis, Mangaratiba e Paraty.