Angra cobra melhorias no abastecimento de energia

Compartilhe!

Os serviços prestados pela concessionária de energia Ampla, na região da Costa Verde, são considerados como ruins ou péssimos por um grande número de pessoas, que já se habituaram com quedas de energia constantes, em especial em áreas rurais e na Ilha Grande. Recentemente o prefeito em exercício de Angra dos Reis, Leandro Silva, deu mais um passo na busca pela solução deste problema.

No passado recente, os problemas relacionados à empresa já foram alvo de um abaixo assinado, promovido pela Câmara Municipal, de discussões dos deputados federais da Comissão de Minas e Energia, Audiência Pública em Brasília, reuniões nas quais foram cobradas providências da Ampla e de uma ação judicial promovida pela Prefeitura de Angra, mas ainda assim os problemas relacionados à concessionária não cessaram.

Nesta segunda-feria, 18, conversamos com o prefeito em exercício de Angra dos Reis, Leandro Silva, que detalhou o que tem sido feito para garantir investimentos e melhorias no abastecimento de energia no município. Ele afirmou que já participou de reuniões com representantes do estado e que não descarta entrar com denúncia na ANEEL contra a empresa, caso um plano de investimentos não seja apresentado e cumprido.

Na semana passada, fizemos uma postagem pelo Facebook, sobre a questão do aumento nas contas registradas por algumas pessoas e recebemos um número bastante alto de curtidas e comentários de pessoas insatisfeitas com os serviços prestados pela empresa. Pelas redes sociais selecionamos alguns consumidores e informamos os números de seus medidores à empresa, que, em nota, informou que verificou os equipamentos e constatou que os valores cobrados estão corretos. Além disso a empresa garantiu que uma equipe técnica realizou uma inspeção nestes medidores de energia e confirmou que os equipamentos funcionam normalmente.

A Ampla informou ainda que tem investido na melhoria contínua da qualidade do serviço prestado a seus clientes. Nos primeiros nove meses de 2015, foram investidos R$ 558,3 milhões na área de concessão da Ampla, um acréscimo de 38% em relação aos R$ 402,3 milhões aplicados no mesmo período de 2014. O montante foi destinado, entre outras medidas, à instalação de equipamentos de automação da rede elétrica. A modernização da rede com tecnologias de automação permite que, em casos de interrupção, os técnicos identifiquem com mais agilidade o local afetado e isolem aquele ponto, reduzindo o número de clientes sem energia e o tempo necessário para eventuais reparos. Além disso, a distribuidora montou um esquema especial de atendimento para o verão. O número de equipes disponíveis nos 66 municípios atendidos pela empresa será, em média, 33% maior do que no mesmo período do ano passado e, em casos de contingências (causadas por condições climáticas extremas, como tempestades), a empresa poderá mobilizar até o dobro de pessoas do que em 2014 – ao todo 1.500 profissionais estarão dedicados exclusivamente a estas operações”.

Redação

Site de notícias da região da Costa Verde fluminense: Angra dos Reis, Mangaratiba e Paraty.

Fechado para comentários.