Agricultoras de Angra se destacam no prêmio estadual do Sebrae

Compartilhe!

Agricultoras de Angra dos Reis se destacaram na etapa estadual do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, ciclo 2015, na categoria Produtora Rural. A prefeitura, por meio da Secretaria de Atividades Econômicas, dá apoio aos agricultores familiares da região e as duas ganhadoras fazem parte do grupo que recebe orientações da subsecretaria de Agricultura. A cerimônia de entrega do prêmio aconteceu na última terça-feira, 2, no auditório da sede do Sebrae, no Rio da Janeiro. Elas ganharam um troféu, com o selo de vencedora e receberão uma capacitação em território nacional.

Marilis da Conceição Pereira, primeiro lugar no prêmio, é agricultora orgânica certificada pela Associação de Agricultores Biológicos do Estado do Rio de Janeiro (ABIO) e vende sua produção para programas institucionais como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), fornecendo produtos para escolas estaduais e municipais e também para instituições filantrópicas. Ela é presidente da Cooperativa Mista Sul Fluminense (Comislfu) e do Conselho de Desenvolvimento Agrário.

Aline Paes de Andrade, terceiro lugar no prêmio, é produtora de verduras agroecológicas, faz parte da Associação dos Produtores Rurais do Vale de Mambucaba, onde tem participação na produção de bananas passas na agroindústria.

O secretário de Atividade Econômicas, Marcelo Oliveira, parabenizou as concorrentes de Angra.

– É muito importante o trabalho que a subsecretaria faz com os agricultores familiares. Gostamos de trabalhar em conjunto com eles, é uma via de mão dupla. É gratificante ver, por exemplo, uma produtora jovem, que seguiu sua veia rural e também agricultoras mais experientes, tendo o seu trabalho reconhecido. Foi mais do que merecido. Elas estão de parabéns, nos sentimos vencedores – exclamou o secretário.

Na etapa nacional somente as produtoras rurais que conquistaram o primeiro lugar das categorias empreendedor individual (MEI), pequenos negócios e produtora rural, vão representar o Estado do Rio de Janeiro. No caso, Angra representará o estado por meio da produtora Marilis. A cerimônia de entrega do prêmio da etapa nacional será ainda neste primeiro semestre, com data a definir. As vencedoras desta etapa vão ganhar uma capacitação a nível internacional.

As candidatas do município ficaram surpresas e muito felizes com o reconhecimento.

– Fico feliz em ver que os produtores rurais estão sendo reconhecidos. Não imaginei que ganharia o primeiro lugar, estou muito honrada. Quem pensa que em Angra tem só turismo, agora sabe que aqui também tem produção agrícola, somos agricultores familiares, com pequenas propriedades, mas produzimos muita coisa boa – afirma Marilis.

– Uma enorme quantidade de mulheres se inscreveu no prêmio e eu consegui ficar em terceiro lugar, estou muito feliz! Trabalho sempre com dedicação, procurando melhorar, e acho que o resultado pode abrir muitas portas. Com meu trabalho reconhecido, fica mais fácil conseguir apoio para inovar e continuar crescendo – disse Aline.

Participaram do evento a presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae/RJ, Angela Costa, o diretor-superintendente, Cezar Vasquez, os diretores Armando Clemente e Evandro Peçanha e a gerente de Agricultura e Pecuária da Subsecretaria de Agricultura, Amanda de Carvalho Alves.

Prêmio Sebrae Mulher de Negócios
O prêmio tem como objetivo identificar, selecionar e premiar os relatos de vida de mulheres empreendedoras de todo o país. Para participar, as candidatas precisavam ter mais de um ano de atividade fiscal, idade acima de 18 anos e o faturamento anual das empresas não poderia ultrapassar o valor de R$ 3,6 milhões. A premiação começou em 2004 e, nos últimos anos, registra um aumento do número de inscritas: 398 (2013), 813 (2014) e 956 (2015), o que demonstra a força do empreendedorismo feminino no estado do Rio.

Redação

Site de notícias da região da Costa Verde fluminense: Angra dos Reis, Mangaratiba e Paraty.