Tuca detalha quais cortes fará no município

Tuca na rádio
Compartilhe!

O prefeito Tuca Jordão, participou ao vivo, do Programa Talk Show, nesta sexta (25/05) e  detalhou o que faz para que o município não naufrague em dívidas, depois que Angra dos Reis teve uma redução considerável em sua  estimativa de arrecadação para este ano, de R$824 Milhões, sendo que deste valor, R$310 Milhões eram referentes ao ICMS. Por conta de problemas judiciais relativos ao DECLAN da Transpetro, o repasse do ICMS caiu R$5 Milhões mensais, o que contabiliza uma redução de R$60 Milhões anuais nos repasses aos cofres públicos angrenses.  Com isso, a administração municipal enxugou gastos e muitas  medidas  foram tomadas como cortar telefones, carros, gasolina, entre outras.

Foram dezenas de participações de ouvintes via telefone e redes sociais que,  queriam saber do Chefe do Executivo angrense  como ficariam  obras e investimentos que durante os  últimos três anos e meio, o governo garantiu que seriam realizados.

O prefeito  argumentou que os cortes anunciados  no setor de cultura, turismo e apoio a comunidades precisam ser feitos, assim como a não contratação de estagiários. Porém, em contrapartida, garantiu que não  iriam ser feitas  reduções  em seu salário, algo em torno  de R$23 mil e dos secretários, algo em torno de R$10 mil, pois segundo ele, “isso  seria  uma medida hipócrita”. Firme,  sob o olhar complacente de alguns secretários que o acompanhavam no estúdio, Tuca garantiu que serão dispensados, à partir da próxima segunda-feira, 300 funcionários de cargos em comissão, que não são os concursados.

Tuca não concordou que os cortes feitos nesta semana,  demoraram para ser feitos. O prefeito de Angra, respondeu com firmeza  as  perguntas encaminhadas pelos ouvintes através da equipe de jornalismo, formada por Renato Aguiar e Igor Abreu; e  em outros momentos  demonstrou  tensão, principalmente  com relação a questões de corte de salários. Tuca voltou a afirmar que todos os gastos do município, assim como os salários podem ser consultados no portal da  transparência da prefeitura. “Tem médico que já  chegou a receber R$ 38 mil  reais”, contou o prefeito.

Tuca destaca ainda que vai continuar a lutar para provar que o governo do estado reveja sua posição sobre a não ampliação do terminal do TeBIG,  já que isso  garante  a arrecadação do município de  forma expressiva.  Ele  garantiu ainda, que, até por conta da lei, não vai deixar  dividas para o próximo prefeito (a).  Na parte política, ele  não disse quem apoiaria para a sua sucessão, porém  revelou que  terá reuniões  políticas neste sentido e deverá se manter alinhado com  o presidente  regional do PMDB, Jorge Piccianni.

O chefe do executivo angrense, aproveitou ainda para entrevista para grifar que a situação financeira do município pode melhorar  se todas as  medidas  já colocadas em prática  para  diminuir o impacto da perda de R$60 Milhões no orçamento deste ano, forem mantidas, e,  a ação  contra Macaé, for positiva.

[display_podcast]