Maior tragédia da história de Angra completou 10 anos

Tragédia do Morro da Carioca 2010
Deslizamento no Morro da Carioca em 2010 matou 22 pessoas.
Compartilhe!

Em primeiro de janeiro de 2020, completou-se 10 anos da maior tragédia da História de Angra dos Reis, que vitimou 53 pessoas em dois grandes deslizamentos de terra. Um deles ocorreu no Morro da Carioca, no Continente, e o outro na Praia do Bananal, na Ilha Grande. Na época, o prejuízo material foi avaliado em R$ 440 milhões.

O deslizamento do Morro da Carioca, que matou 22 pessoas, deixou 890 desabrigados e levou 2.284 pessoa a se mudar para a casa de amigos e parentes em Angra dos Reis. Já na Enseada do Bananal, uma encosta desabou e uma avalanche de pedras e lama destruiu a pousada Sankay matando 31 pessoas. Ao redor da pousada havia outras casas que foram soterradas. As imagens destes dias são chocantes.

Para marcar a data, daremos visibilidade a uma série de relatórios da Defesa Civil, que ao longo dos anos desenvolveu estudos apontando áreas com risco de desabamento e alagamento por todo o município. Também há informações sobre áreas de risco da RJ-155 e da Rodovia Rio-Santos, que fazem parte do Plano de Emergência das usinas nucleares.

Várias destas áreas de risco, como o próprio Morro da Carioca, são bastante populosas, mas ainda assim aguardam intervenções que poderiam impedir novas tragédias. Acreditamos que dar publicidade e transparência a este material é possibilitar que nossa população cobre respostas efetivas das diferentes instâncias de poder para que mais vidas não se percam.

Áreas de risco na região central de Angra dos Reis

De acordo com informações de um destes relatórios, a Defesa Civil inciou em abril de 2017 um mapeamento destas áreas e até Outubro do ano passado foram cadastrados 14.600 imóveis em áreas de risco. Em 2020 há uma previsão para que este serviço seja retomado, com um levantamento da localização de idosos, deficientes e pessoas com dificuldade de locomoção, que têm prioridade no resgate.

Parte deste material será publicado diretamente em nosso site, outra será disponibilizadas em nossas redes sociais com a hashtag #riscoangra. Acopanhe o Angranews no Facebook e no Instagram

Mambucaba tem mais de 5 mil imóveis em áreas de risco

Relatórios:

RJ-155 tem 16 locais com risco de desmoronamento entre Angra e Rio Claro

Relatório:

Obras de contenção inacabadas colocam Bonfim em risco

Relatórios:

Conheça os Relatórios

Clique neste link para ter acesso aos relatórios já disponibilizados.