Sobe para sete o número de mortos em Angra

Mais dois corpos foram localizados pela PM no Camorim. Pezão se pronuncia sobre conflitos.

Subiu para sete o número de criminosos mortos em Angra dos Reis em conflitos com a polícia nesta quarta-feira, 31. Cinco morreram no Belém e os outros dois no Camorim Grande. O governador Luiz Fernando Pezão falou, por meio de nota, sobre a ação do Batalhão de Operações Especiais (Bope), que aconteceu no município de Angra dos Reis.

A polícia fez operação especial em Angra e apreendeu armas, sendo dois fuzis, e drogas. Essa é a nossa luta diária. É um trabalho árduo, difícil, mas nada vai nos fazer recuar. Precisamos enfrentar. Como tenho dito, o Rio tem um grande arsenal, apesar de não ser produtor de armas e drogas. Por isso, desde que assumi o governo, peço o apoio da Polícia Rodoviária Federal nas rodovias federais que cortam o Rio. É bom frisar que o problema da violência não acontece apenas no Rio, acontece no país todo, infelizmente. Cada vez mais, o governo federal vai ser demandado para ajudar os estados no combate à criminalidade, como estamos assistindo. Precisamos cada vez mais do apoio federal, o que temos recebido e vem nos ajudando muito – frisou Pezão.

Operação no Camorim Grande

Na noite desta quarta-feira, 31, o Batalhão de Choque da Polícia Militar realizou uma operação no bairro Camorim Grande. O objetivo da ação foi impedir o avanço dos traficantes na localidade. Troca de tiros foram registradas e dois corpos encontrados no bairro.

 

Tráfico expulsa moradores de casas

Ainda nesta quarta-feira, policiais civis e militares encontram várias casas arrombadas e abandonadas, com marcas de tiros, na comunidade do Belém. Dois corpos foram achados no local.

Em uma das casas no Morro da Macumba, foram apreendidas 220 gramas de cocaína, 30 pinos e 19 sacolés da mesma droga, 30 gramas de maconha, quatro bases para rádio, balança de precisão e 50 pinos vazios.

O delegado titular da 166ª DP (Angra dos Reis), Bruno Gilaberte, afirmou ao DIÁRIO DO VALE, que tem a certeza de que traficantes estariam expulsando moradores do Belém e utilizando os imóveis como depósito de drogas. Também há a denúncia de que os criminosos estariam obrigando moradores a levá-los em seus carros para fora dos bairros.

Tiroteio no Areal

Um novo conflito entre criminosos foi registrado na manhã desta quinta-feira, 1º, na comunidade do Areal, em Angra dos Reis. Ainda pela manhã, policiais do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) se posicionaram no local.

Colabore com a polícia

O comando da PM em Angra pede apoio da população com informações que possam levar a prisão de criminosos. As denúncias poderão ser feitas através do setor da P-2 do 33º BPM – (24) 98118-7378 ou pelo Disque-Denúncia (24) 3362-6670. A fonte, segundo a PM, será mantida em sigilo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.