Últimas noticias e informações sobre Angra dos Reis (Continente e Ilha Grande), Mangaratiba e Paraty.

SESC terá nova unidade em Paraty

Localizado no bairro Caborê, espaço será polo para formação de públicos e artistas e receberá diferentes manifestações, como artes cênicas e visuais, música e literatura.

A partir do dia 21 de julho, o Sesc apresentará à comunidade da Costa Verde a sua mais nova unidade em Paraty. Inicialmente, o espaço, que fica no bairro Caborê e ocupa um terreno de 28 mil metros quadrados, funcionará em instalações provisórias, mas já com uma programação antes e durante a Festa Literária Internacional de Paraty. Assim como já acontece no tradicional Centro Cultural, no Largo de Santa Rita, o novo espaço também receberá diferentes manifestações artísticas como artes cênicas, música, artes visuais e, claro, literatura. Posteriormente, a nova unidade passará por obras gerais até que seja construída a sua estrutura definitiva.

“Nosso objetivo é ampliar as nossas ações culturais na Costa Verde. Mais do que ter um espaço extra durante a Flip 2017, buscamos um local que também poderá abrigar programações permanentes durante todo o ano e que será um Centro de Atividades para formação de públicos e novos artistas”, destaca Marcos Rego, gerente do Centro Cultural Sesc Paraty.

A programação de abertura terá exposição do artista plástico pernambucano Francisco Brennand, Oficina de Passinho e de Pipas, espetáculos teatrais e musicais, entre outras atrações. Confira abaixo todas as atrações da Unidade Sesc Caborê.

DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO DE 21 A 26 DE JULHO:

21/7

10h30 às 13h30 – Oficina de cerâmica – ministradas por artistas locais, abordam técnicas e temáticas diversas. A ação faz parte do programa educativo das exposições (Tripolar e Brennand) que estarão abertas ao público durante a Flip na unidade Caborê.

17h – Abertura exposição Francisco Brennand.

22/7

20h – Musical Deixa Clarear – O espetáculo, que já foi assistido por quase 200.000 pessoas, é um fenômeno de público. Inspirado no universo da cantora Clara Nunes, sem ser autoral, o espetáculo passeia pelas músicas e pela trajetória da cantora, ressaltando seus ideais e seu comprometimento com a cultura popular.

23/7

10h30 às 13h30 – Oficina de cerâmica.

16h – Exibição do filme Aquarius.

17h (Beira-Rio) – Cinebloco – banda inspirada em clássicos do cinema, no formato das fanfarras francesas. Formada por dez instrumentistas de sopro e cinco de percussão, toca arranjos próprios de clássicos das telonas como: O Poderoso Chefão, Caça fantasmas, Grease, Guerra nas Estrelas, entre outros, com uma levada super brasileira em suas interpretações. Além disso, todos os músicos se vestem como os personagens dos filmes, num show que reúne alta qualidade musical, brasilidade e também muito tempero carnavalesco.

19h -Cinema – Casa Grande
Sinopse: Jean é um adolescente rico que luta para escapar da superproteção dos pais, secretamente falidos. Enquanto a casa cai, os empregados têm que enfrentar suas inevitáveis demissões e Jean tem que confrontar as contradições da casa grande.

24/7

10h30 às 13h30 – Oficina de cerâmica.

14h às 16h – Oficina de customização com Malía Machado – Nesta oficina será trabalhado customização de roupas e turbantes africanos. Nem sempre se precisa de dinheiro para ter um look legal e sim, de muita criatividade.

14h às 16h – Oficina de Pipas com Julio Cezar e Fernando Alcântara – serão trabalhados variados modelos das mesmas, mostrando uma das principais brincadeiras dos jovens das periferias.

14h às 18h – Intervenção com Grafite com Elison Fernandes – Em uma parede com nove metros, os jovens poderão se expressar de forma livre e criativa, dentro dos temas da realidade urbana.

14h às 18h – Intervenção com Slackline – Atração livre para o público praticante do esporte.

16h às 17h – Oficina de Passinho com Dream Team do Passinho – modalidade de dança originária das periferias onde se misturam vários estilos de dança ao som de batidas marcadas.

18h às 19h – Roda de conversa sob o tema, “Do outro lado”, com Malía Machado e Lellezinha – tema que traz a discussão sobre a vida, em diferentes aspectos, nas comunidades e periferias “marginalizadas”, enobrecendo seu lado positivo.

19h às 20h30 – Sarau – consiste em uma reunião festiva, apresentando concertos musicais, serestas, cantos e apresentações solo, demonstrações, interpretações ou performances artísticas e literárias.

26/7

10h30 às 13h30 – Oficina de cerâmica

Comentários