Rodada de negócios aproxima pequenas empresas da Technip em Angra

unnamed
Compartilhe!

Setenta profissionais participaram de rodada de negócios com a multinacional.

Setenta empresários participaram da 1ª Sessão e Rodada de Negócios que o Sebrae/RJ promoveu em Angra dos Reis nesta quarta, 19/10. O evento aconteceu no Iate Clube Aquidabã e fomentou novas redes de negócios, possibilitando que as empresas ampliem sua network na sessão realizada de manhã, e, principalmente, oportunizando aos micro e pequenos empresários uma reunião comercial com uma grande companhia do segmento portuário: a Technip, empresa âncora da rodada de negócios.
A iniciativa teve por objetivo fomentar a economia local, mostrando que é possível acessar nichos de mercado ainda pouco explorados pelos pequenos empreendedores. Por isso, o coordenador regional do Sebrae/RJ na Costa Verde, José Leôncio de Andrade Neto, optou por fazer no mesmo dia uma sessão e uma rodada de negócios.

– A sessão permite que os empresários conheçam produtos e serviços oferecidos por outras empresas da mesma região, possibilitando que novos negócios surjam a partir destes contatos. Por outro lado, conseguir uma reunião com uma grande companhia é muito difícil, por isso a rodada é uma oportunidade imperdível. Nós esperávamos uma participação maior dos empresários de Angra dos Reis, trouxemos este evento para o município com este intuito. Mas estamos felizes com a presença das empresas de toda a região – diz Neto.

Das 70 empresas inscritas, 40% têm sede no Rio de Janeiro, 15% são de Angra dos Reis, 15% de municípios do Médio Paraíba e 30% de outras cidades (região metropolitana). A empresária Dafne Trindade, consultora em Recursos Humanos, está em Angra há dois anos e conhece bem o potencial da região nas áreas de recrutamento, treinamentos e palestras. “Eu já atuo desde 2007, e sei o quanto é importante conhecer novas pessoas, saber quais segmentos permeiam nosso mercado. Eu vim pela network. E a sessão foi muito positiva, pois eu saio daqui com duas possibilidades concretas de negócios, com empresas que até então eu desconhecia. Sem falar na oportunidade de conversar com a Technip. Quando mais expandirmos nossa rede, melhor”, afirma Dafne.

Outra empresária que avaliou positivamente o evento foi Rita Abade Franco, engenheira que há 10 anos atua no segmento da construção civil e pela primeira vez participou de uma sessão e de uma rodada de negócios. “Foi um aprendizado pra mim, uma boa oportunidade pra conhecer empresas de outras áreas. Além disso, a reunião com a Technip foi muito proveitosa, porque por mais que não exista uma demanda de serviços para este momento, eu tive a oportunidade de apresentar a minha empresa, mostrar o meu trabalho. Fui instruída a fazer o cadastro na empresa e a enviar o meu portfólio, então saio daqui com boas perspectivas”, conclui Rita.