Últimas noticias e informações sobre Angra dos Reis (Continente e Ilha Grande), Mangaratiba e Paraty.

Reunião busca solução para dividas da Sete Brasil com o BrasFels

Políticos da região participaram de uma audiência na manhã desta quinta-feira, 3, no Ministério de Minas e Energia, em Brasília, para tratar sobre as dívidas da Sete Brasil com o BrasFels, que há 14 meses não vem pagando o estaleiro, instalando uma crise na empresa, que está resultando em demissões de trabalhadores.

Os deputados federais Fernando Jordão, Luiz Sérgio e Deley, foram acompanhados pelo presidente da Câmara Municipal de Angra dos Reis, vereador Marco Aurélio Vargas e do representante da diretoria do Sindicato dos Metalúrgicos de Angra, Wellington Terra.

Eles foram recebidos pelo ministro interino, Luiz Eduardo Barata, que detalhou um acordo firmado entre a Petrobras e a Sete Brasil.

De acordo com o ministro interino, o BNDES aportará recursos no programa de restruturação financeira da Sete Brasil. A assinatura desta reestruturação acontecerá em março de 2016, mas até lá não há nenhuma perspectiva de pagamento das dividas que a empresa tem com o BrasFels. Outra solução encontrada, que dará rentabilidade a Sete Brasil, é quanto a operação da Sonda I, Urca, que está sendo construída pelo estaleiro BrasFels, pois com o seu funcionamento, recursos chegarão à empresa.

Os deputados Luiz Sérgio e Fernando Jordão garantiram que a luta pelo Brasfels continua:

– Estamos assistindo de perto as muitas dificuldades encontradas para dar uma solução mais rápida para a crise no BrasFels, e resolver logo o pagamento destas dívidas da Sete Brasil com o estaleiro. Apesar desta informação repassada pelo ministro interino não ser uma resolução imediata, a gente sabe que há muito para se lutar aqui em Brasília, buscando encurtar esse problema, que já causou muitas demissões no BrasFels. Pelo menos, em curto prazo, vemos uma luz no fim do túnel, que pode não nos agradar, mas é o que a Petrobras colocou como única saída – disse Fernando Jordão.

– Penso que um dos caminhos é que a própria Comissão de Minas e Energia (CME), com toda a sua representatividade e seu peso político, possa marcar uma reunião diretamente com o presidente da Petrobras e com a direção da Sete Brasil para que a questão envolvendo o BrasFels seja vista como prioridade das decisões que estão sendo encaminhadas. É importante a participação da CME nesse momento, mas é fundamental também que possamos manter a mobilização da Prefeitura, da Câmara Municipal e dos Trabalhadores, além da atuação conjunta do meu mandato com o mandato do deputado Fernando Jordão. Só assim, unindo todas as forças na mesma direção, conseguiremos reverter esse quadro o mais rapidamente possível – disse Luiz Sérgio.

O Presidente da Câmara de Angra dos Reis, Marco Aurélio Vargas, destacou a importância da união de todas as forças políticas da região em prol dos empregos no estaleiro.

– Essa soma de esforços é, sem dúvida, o único caminho para a solução dos problemas enfrentados pela classe metalúrgica e por isso continuaremos juntos nessa jornada – finalizou o vereador.

Comentários