Últimas noticias e informações sobre Angra dos Reis (Continente e Ilha Grande), Mangaratiba e Paraty.

Peixe apreendido em ação contra pesca irregular é distribuído

Parte do material apreendido em ação da Polícia Federal e IBAMA foi distribuído para moradores da Sapinhatuba 1.

Policiais federais prenderam na madrugada desta terça-feira, 26, 15 pessoas suspeitas de pesca ilegal na Baía da Ilha Grande, em Angra dos Reis. Elas estavam em uma embarcação de grande porte e foram presas em flagrante, por usar, segundo a Polícia Federal, aparelhos e técnicas de pesca não permitidas.

O barco, de 25 metros, foi apreendido pela PF e pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), junto com o material de pesca e 4 toneladas de corvina.

Os presos foram indiciados por pesca ilegal e soltos após pagamento de fiança. A prisão faz parte de um protocolo de prevenção e repressão a crimes ambientais na região de Angra dos Reis.

Parte do pescado apreendido foi doado à moradores da Sapinhatiba 1, por meio de uma parceria dos órgãos federais com a Secretaria de Assistência Social do Município e a ONG Associação das Mulheres Determinadas e Amigas de Angra dos Reis. Segundo informações da entidade do terceiro setor, foram distribuídos cerca de 20 tabuleiros de corvina para a população do bairro.

Atualização (30/04):

Ao todo, dez instituições receberam as quatro toneladas de corvina, apreendida pelo Ibama, na manhã de segunda-feira, dia 25, na Baía da Ilha Grande. O pescado foi enviado à Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos da Prefeitura de Angra, que o distribuiu a diversas famílias de Angra dos Reis.

Receberam a corvina moradores e usuários do Asilo São Vicente de Paula – Centro; Asilo Residencial Vila Viver – Areal; ONG Mulheres Determinadas – Sapinhatuba 1; Pestalozzi – Balneário; Abrigo Bom Samaritano – Japuíba; Casa Abrigo Roger Agnelli – Areal; loteamento Campo Belo – distribuição realizada em frente à associação de moradores e posto de saúde da localidade; loteamento Parque Belém – distribuição realizada em frente ao Cras da localidade; loteamento do Bracuí e Morada do Bracuí – distribuição em frente à Escola Municipal da Localidade; Centro de Atenção de População de Rua (CAPR) do Bracuí – entrega na entidade.

Com informações da Agência Brasil e Prefeitura de Angra.

Comentários