Presidente da Câmara se reúne com diretores do Estaleito Brasfels

16195544_360081264378351_837188565121047691_n
Compartilhe!

Zé Augusto demonstra preocupação com a empregabilidade dos trabalhadores metalúrgicos de Angra dos Reis.

Diante da real possibilidade de novas demissões em massa no Estaleiro Brasfels, o presidente da Câmara Municipal de Angra dos Reis, Vereador Zé Augusto, esteve no escritório central da empresa, no Rio de Janeiro, no último dia 24, para demonstrar sua preocupação com a empregabilidade dos trabalhadores metalúrgicos.

Zé Augusto se reuniu com o Diretor Comercial, Gilberto Israel e com o Diretor de Relações Institucionais, Alceu Mariano para falar da necessidade da valorização a mão de obra local. Com ele estava a Secretária de Relações Institucionais do Legislativo, Fernanda Malvão.

– A empresa já chegou a empregar 14 mil funcionários e merece o nosso respeito. Farei o possível para que o número atual de 3 mil volte a crescer. Fui conversar com os diretores para me apresentar como Presidente e afirmar o compromisso do meu mandato com o reerguimento deste Estaleiro, que é tão importante para o Brasil, para o Estado do Rio de Janeiro e, principalmente, para os trabalhadores da nossa Angra dos Reis – ressaltou o Presidente Zé Augusto, destacando que compreende a dificuldade financeira pela qual passa o Estaleiro, diante da inadimplência da Sete Brasil e de outras grandes empresas.

O presidente da Câmara se colocou à frente da luta pela retomada do incentivo fiscal, retirado após a aprovação da matéria número 007/2007, que revoga todas as isenções fiscais concedidas pelo município.

– Vale ressaltar que, segundo o Art. 2º, “Fica suspenso, por prazo indeterminado, os benefícios, incentivos fiscais, isenções fiscais concedidos pelo Município de Angra dos Reis aos Clubes, Associações Civis, Iate Clube, Agremiações, e Empresas localizadas no município”. Reafirmo o compromisso da Câmara com a empresa. Vamos propor que a Brasfels volte a ser contemplada com a isenção fiscal, entendo a importância do Estaleiro para a economia da cidade – salientou Zé Augusto, reforçando que a isenção para o Estaleiro Brasfels depende de uma autorização da Câmara, através de votação dos Vereadores, já que o Projeto de Lei da Prefeitura inclui todas as empresas localizadas no município.