Últimas noticias e informações sobre Angra dos Reis (Continente e Ilha Grande), Mangaratiba e Paraty.

Prefeitura de Rio Claro discute o transporte público

Reunião com a direção da Colitur foi marcada após protesto de moradores, que cobram redução no valor da tarifa.

Após o protesto da manhã desta terça-feira, 24, no distrito de Lídice, em Rio Claro, no qual a população exige a redução nos valores das passagens dos ônibus municipais e intermunicipais, a Prefeitura rioclarence, por meio de seu prefeito, José Osmar, e do vice, Babton Biondi, convidou a direção da Viação Colitur para uma reunião emergencial na sede do governo municipal, nesta quarta-feira, às 10 da manhã. A reunião será acompanhada por uma comissão de moradores.

Uma série de reivindicações foi apresentada ao governo municipal pelos moradores, dentre as quais o alto valor das tarifas e a redução nos horários de viagens entre os destinos. Hoje, a viagem de Lídice a Rio Claro, um percurso local de 18 quilômetros, custa R$ 6,30 ao usuário. Quase o dobro do valor praticado por cidades vizinhas em percursos similares.

O prefeito José Osmar saiu em defesa da população e promete lutar por melhorias no transporte urbano: “Fomos eleitos pelo povo. E não vamos virar às costas para a população de forma alguma. O rioclarense pode ter a convicção que estamos atentos às suas necessidades. Por isso, emergencialmente, convidamos a Colitur para resolver este impasse. Estou aqui para defender os interesses da população da minha cidade”, disse o prefeito de Rio Claro.

Recentemente a política de preços da Colitur provocou uma série de manifestações no município de Paraty, que culminou com um ônibus queimado e a revisão do valor da tarifa entre Parque Mambuca e Paraty, que foi de R$7 para R$5.

Comentários