Prefeitura de Angra concederá reajuste de 5,5% para servidores

Manifestação SINSPMAR aumento 2019
Compartilhe!

Governo comemora, Sindicato lamenta.

A Prefeitura de Angra concederá 5,5% de reajuste ao funcionalismo público. A mensagem do Executivo foi aprovada na última quinta-feira, 18, em segunda votação, pela Câmara Municipal de Angra dos Reis. O Sindicato dos Servidores (Sinspmar) lamentou a decisão, que segundo eles não repôs as perdas salariais dos últimos anos.

De acordo com informações do Executivo, com o reajuste concedido, a Prefeitura vai corrigir o Índice de Preços ao Consumidor (IPCA) dos dois primeiros anos desta gestão (2017 e 2018). O impacto na folha de pagamento será de R$ 2.057.357,50 por mês e R$ 28.803.005,07 anual, somando o 13º salário e as férias. O valor mensal da folha de pagamento passará dos atuais R$ 33.898.013,75 para R$ 35.955.371,25.

Já o Sinspmar discorda da Prefeitura. Segundo números da entidade, o reajuste dado pelo Prefeito não repôs as perdas com a inflação. “Ocorre que nem ao menos as perdas de seu próprio mandato ( 10,78%) ele repôs, concedendo o absurdo e vergonhoso índice de 5,5%. Repôs apenas metade de suas perdas e 24,47% das perdas totais do seu funcionalismo ( 22,47% desde 2015)“, informou a instituição por meio de um comunicado.

O Sindicato afirma ainda que o Executivo se recusou a detalhar seus números ao funcionalismo durante a negociação salarial. “Em nenhum momento na presença dos membros da diretoria do Sinspmar o mesmo (Fernando Jordão) se dignou a fazer isso. Sua mais básica obrigação enquanto Chefe do Executivo. Os servidores (muitos ganhando abaixo do salário mínimo) não querem nada além do que a Lei  lhes garante. Os servidores querem recuperar a dignidade que lhes foi tirada, a partir do momento em que lhes foi negado seu principal direito: receber a correção anual da inflação“.

A Prefeitura informou que com o aumento de 5,5%, o município alcança o patamar de 48,3% de gasto do seu orçamento com folha de pagamento. Vale lembrar que o teto de gasto imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal é de 54%. O limite prudencial é 51,3% e o limite de alerta é de 48,6%.

Anúncio de novo concurso

A prefeitura de Angra anunciou que promoverá dois concursos públicos para as áreas de Educação e Saúde. Com o reajuste de 5,5%, a Prefeitura vai atingir 51,76% de gasto com pessoal, o que fica acima do limite prudencial. A quantidade de vagas e as áreas que serão contempladas não foram divulgadas