Últimas noticias e informações sobre Angra dos Reis (Continente e Ilha Grande), Mangaratiba e Paraty.

Prefeito de Angra ameaça pedir desligamento de usinas

Fernando Jordão garantiu que pedirá o desligamento das usinas nucleares caso a Força Nacional de Segurança não atue em Angra.

Em entrevista ao programa Talk show, da Rádio Costazul, na manhã desta quinta-feira, 08, o prefeito de Angra dos Reis, Fernando Jordão, garantiu que poderá pedir o desligamento das usinas nucleares caso não seja atendido pelo presidente Michel Temer e seu gabinete de segurança institucional. Jordão pede intervenção federal na segurança do município.

Segundo ele, após detalhar os problemas que o município enfrenta na área de segurança pública, o Prefeito pediu ao Presidente a intervenção da Força Nacional de Segurança e do Exército em Angra dos Reis. Jordão garantiu que caso não seja atendido, irá ao Ministério Público Federal e pedirá o desligamento das usinas nucleares. Ele afirmou ainda que o governo Federal já tinha um planejamento para a região, que poderá ser adiantado dada a situação do município.

Cópia do ofício entregue pelo prefeito à presidência da república.

Do jeito que está hoje, com fechamento de Rio-Santos, com problema de falta de segurança na região das usinas e em todo o município, nós não podemos dizer que temos um plano de emergência – afirmou o prefeito que destacou ainda sua determinação em aumentar o número de policiais do Proeis para 46 homens, comprar 20 novas viaturas para a Polícia Militar, ajudar a PM a instalar um destacamento no Centro e restabelecer as câmeras de monitoramento.

Segundo informações da Eletronuclear, a Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto (CNAAA), onde estão localizadas as usinas de Angra 1 e 2, gera o equivalente a um terço do consumo de energia elétrica do estado do Rio de Janeiro, o que equivale a 3% da geração nacional.

Comentários