Por falta de combustíveis, Casé aciona gabinete de crise

Semana passada prefeitura paratiense reservou combustível em postos que abastecem o município.

A Prefeitura de Paraty informou nesta tarde que devido a atual situação de desabastecimento de combustível no país o prefeito Casé acionou nesta segunda-feira, 28, o Gabinete de Crise para buscar formas efetivas que atenue o impacto causado à população de Paraty em relação ao serviços continuados da prefeitura e concessionárias.

Segundo nota, na semana passada, quando começou o movimento grevista, a prefeitura paratiense agiu de forma estratégica, alocando volume de estoque emergencial de combustível no posto que abastece os veículos do Executivo.

Mas como a greve ainda não acabou, esse volume não será suficiente para atender o serviço emergencial, no deslocamento de pacientes em tratamento continuado fora do município, assim como na sustentação ao corpo médico de residentes em outras cidades. Desta forma, a prefeitura acionou o governo do Estado, pedindo escolta para receber combustível.

O prefeito Casé assinou um decreto onde assegura a exclusividade no abastecimento de veículos das secretarias de Saúde e Defesa Civil, Educação e Segurança e Ordem Pública, que fornecem à população serviços contínuos e prioritários, além das concessionárias Enel e Águas de Paraty e casos de específica necessidade.

Com o feriado de Corpus Christi, 31, a Prefeitura decreta ponto facultativo na sexta-feira, 1º. Durante o decorrer da semana o Gabinete de Crise vai reavaliar a situação e tomar novas providências, caso seja necessário.

Coleta de lixo

Será montado no município uma base provisória de transbordo de lixo, evitando o deslocamento dos caminhões de lixo ao aterro sanitário de Angra dos Reis. O decreto autoriza a empresa a reduzir a grade de horários de coleta do lixo temporariamente.

Aulas serão mantidas

As aulas na rede municipal de ensino vão ser mantidas até quarta-feira, já que há um estoque de combustível que garante o abastecimento dos ônibus escolares. As escolas também possuem merenda suficiente para esses dias. A previsão é que até a segunda-feira após o feriado a situação já esteja normalizada.

 

Comentários