PASSAGEIROS RECLAMAM DE CALOR EM ÔNIBUS

image

A falta de refrigeração nos ônibus tem tornado as viagens desgastantes para usuários, motoristas e cobradores em Angra dos Reis, na Costa Verde do Rio de Janeiro. O funcionário público Sérgio Ricardo da Silva revelou que já se sentiu mal em uma viagem, por causa do ambiente abafado. “O carro estava muito quente. [Eram] muitas pessoas. Então, me faltou um pouco de ar dentro do veículo por conta do calor”, contou.

A cozinheira Maria do Perpétuo Socorro testemunhou uma situação parecida, quando fazia o trajeto de Portogalo ao Centro. “O ônibus todo fechado, não abria janela. Ar-condicionado desligado, várias pessoas passando mal, falta de ar. Pedia para o motorista abrir a janela ou liberar o ar, [e ele] não fazia uma coisa nem outra”, reclamou.
E se os passageiros reclamam, imagina os funcionários, que ficam em média sete horas dentro dos veículos. O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Marcelo Silva Barbosa, estima que a viação Senhor do Bonfim, única empresa responsável pelas linhas municipais, tenha 500 funcionários nestas funções. “Nós já fomos à empresa, reivindicamos para que todos [os ônibus] pudessem ter o ar-condicionado. Mas por algum motivo a empresa não conseguiu colocar”, explicou.

Ele disse ainda que, para amenizar a sensação de calor, o uniforme de trabalho já sofreu uma adaptação. “Esse uniforme era uma calça comum, que a empresa utilizou as que estavam em estoque para tranformar em bermuda, utilizando a mesma camisa”, resumiu.

Apesar das mudanças, ele reconhece que a roupa ainda não é a ideal. “Nós pretendemos, para o próximo verão, elaborar um outro uniforme. Trazer a categoria para uma discussão sobre o que seria melhor. Um tecido mais leve, mais fresco, para que possa trabalhar com mais conforto”, prometeu.

A Viação Senhor do Bonfim informou à produção do RJTV que 30 ônibus com ar-condicionado circulam pela cidade e a manutenção dos aparelhos é feita constantemente. A empresa também afirmou que não há previsão de chegada de novos veículos.

G1

Comentários