Operação das Forças Armadas em Angra já prendeu 21

Ação continua sem prazo para acabar.

Continua sem prazo para terminar a operação que a Força de Intervenção na Segurança Pública no Estado do Rio de Janeiro deflagrou em Angra dos Reis nesta quinta-feira, 13. De acordo com informações do Comando Conjunto, até o final da tarde desta sexta-feira, 21 pessoas já haviam sido presas.Os agentes da Lei também recuperaram dez veículos, apreenderam quatro espingardas, uma pistola e muitas drogas. No total foram realizadas 8100 revistas em pessoas e veículos. Nenhum confronto armado foi registrado desde o início da operação, que conta com  2230 militares das Forças Armadas, 160 policiais militares e 70 policiais civis, com o apoio de meios blindados e aeronaves.

Disque Denúncia segue recebendo informações

O Disque Denúncia informou que já recebeu 45 denúncias desde o início da operação que está sendo realizada pelo Comando Conjunto da Intervenção em Angra dos Reis.

Em sua maioria elas são sobre esconderijo de armas, fuga de bandidos para outras comunidades além de locais onde há tráfico de drogas.

Apreensão Belém

Com o auxílio de algumas dessas denúncias, policiais do serviço reservado do 5º Comando de Policiamento de Área, conseguiram apreender na tarde de hoje diversos materiais usados na endolação de drogas em uma casa no Belém.

Para denunciar atividades criminosa, o morador pode ligar para o telefone 0300 253 1177 (custo de ligação local) ou ainda usar o APP “Disque Denúncia RJ”, onde é possível enviar fotos e vídeos. Em todos os canais, o anonimato é garantido.

Prefeitura nega que operação tenha relação com a FITA

Assim que a operação foi iniciada nesta quinta-feira, correu o boato nas redes sociais que a Operação teria relação com a Festa Internacional de Teatro de Angra dos Reis, iniciada hoje na Praia do Anil.
Em nota, a prefeitura de Angra dos Reis desmentiu a informação e afirmou que “Oportunistas políticos, no entanto, sempre existirão para tentar desqualificar essa ação minuciosamente planejada, segundo órgãos militares, atribuindo essa ação à vinda de atores da TV Globo para a FITA – Festa Internacional de Teatro de Angra“.
Vale destacar ainda que no mês de agosto, marginais colocaram fogo em dois ônibus, fechando a rodovia Rio-Santos, o que levou o prefeito Fernando Jordão a decretar Estado de Emergência na Segurança Pública do Município. O documento, que ameaçava o desligamento das usinas nucleares, foi revogado uma semana depois.

4º Balanço da operação – sexta-feira – 18h

  • 21 presos
  • 1 corpo encontrado na área de Sapinhatuba II
  • 1 pistola .40
  • 4 espingardas
  • 2 carregadores de fuzil
  • 2 carregadores de pistola
  • 77 munições variadas (pistola e fuzil)
  • 1 uniforme da Polícia Militar do RJ
  • drogas variadas em grande quantidade (em contabilização)
  • 63 bisnagas de explosivos
  • 20 metros de estopim para detonação
  • 5 granadas caseiras
  • 4 radiocomunicadores
  • 2 celulares
  • 1 coldre de pistola
  • 1 caderno de anotações do tráfico
  • 10 veículos
  • 8.100 revistas realizadas em pessoas e veículos
  • sem confrontação

 

 

Comentários