Últimas noticias e informações sobre Angra dos Reis (Continente e Ilha Grande), Mangaratiba e Paraty.

Na Tarrafa: Devaneios sobre 2012

2012: O ano eleitoral que começou antes da hora

As declarações que o Presidente Estadual do PMDB, Jorge Picciani, deu ao Jornal O Dia, sobre o quadro estadual, colocaram a já aquecida cena política angrense em polvorosa. O ex-deputado dá como praticamente certa a candidatura do Ex-Prefeito Fernando Jordão para o cargo ocupado por Tuca.

Na sequência…

Fernando Peregrino, um dos principais  dirigentes do PR no estado, e braço direito do Ex-Governador Anthony Garotinho, garantiu a mesmo jornal que o vice de Fernando seria Aurélio Marques. Segundo ele, já está tudo acertado com o aval do ex-governador.

Acontece…

Que o candidatíssimo ex-prefeito ficou em uma sinuca de bico com estas declarações. Se de um lado, o PR de Aurélio Marques dá como certa que a vaga é do ex-deputado estadual, do outro, alguns atores políticos que também pleiteiam a vaga ficaram com o pires na mão.

Para piorar…

Ainda tem a situação de Essiomar Gomes, que há muito pouco tempo alguns davam como carta fora do baralho, mas o incidente que tirou Tuca da prefeitura colocou o ex-vereador em uma posição bastante privilegiada. O choque de gestão que Essiomar deu na prefeitura em apenas um mês, colocou o político nas graças do povo.

Mas…

Tem gente que garante que Essiomar deve recuar em suas pretenções e tentar uma vaga na Câmara para reestruturar seu projeto político.

Será que dá para conciliar?

As pretensões de Aurério e Essiomar são basicamente as mesmas: Ser Vice Prefeito para vir a Deputado Estadual ou vir a Prefeito de uma vez. Seja lá qual for à costura, dificilmente eles estarão no mesmo palanque a não ser que o improvável aconteça e ambos montem uma chapa própria. Mas como em política vaca voa…

Correndo por fora…

Há ainda o PCdoB, que também quer uma maior participação no futuro governo que ainda será eleito. A legenda foi importantíssima para a sustentação de Tuca e, em seus 30 dias, Essiomar fez questão de cumprir os acordos, inclusive nomeando Josias Martins, o Ziquinho, para a Secretaria de Atividades Econômicas.

Mas diz-se…

Que o posicionamento do PCdoB ainda depende de algumas costuras em âmbito estadual e que o acordo do PT para apoiar a legenda em Barra Mansa pode significar uma dobradinha em Angra. É aguardar para ver…

Terceira via…

O principal nome que surgiu como alternativa para a dicotomia Jordão x PT, é o do Jornalista João Carlos Rabello, que vem colhendo bons frutos nas redes sociais. João, que já foi candidato à Prefeito e atualmente se firmou como o principal agitador cultural de Angra, dada a importância e relevância da FITA, vem trabalhando seu nome como a principal terceira via e é um dos poucos que vem mostrando disposição para ir até o fim na corrida pelas chaves do Palácio Raul Pompéia.

Comunicador experiente, João tem sido o único político local a enxergar e usar de fato as potencialidades das redes sociais.

Quarta, quinta, sexta via?

Entre todos os pré-pré-candidatos de Angra, Rabello é o único que trabalha de fato o seu nome para Prefeito. Políticos como Leandro Silva, Aurélio Marques, Essiomar, entre outros, vendem o peixe de que também aceitariam ser candidatos à vice, ou seja, o que vier é lucro. De uma forma geral, grande parte dos membros deste grupo de postulante a vice tem como objetivo uma escada para a ALERJ ou voos mais altos.

Balões de ensaio?

É o que não falta… até a definição destas eleições muitos nomes vão surgir e desaparecer com o vento. É bom o eleitor ficar atento com alguns destes “salvadores da pátria” ou aqueles que se lançam para negociar depois.

Aliás…

Tem alguns paraquedistas que estão levando uma verdadeira “volta” de alguns “articuladores” de plantão. Estes vão ganhar é prejuízos e não sufrágio.

E a oposição?

O silêncio em relação à oposição, que em Angra é simbolizada pelo PT de Conceição Rabha, é visto por alguns como falta de habilidade para amarrar alianças, por outros, como cautela. O que se sabe é que o partido tem tido conversas com todas as legendas, mas ainda não decidiu quem será o vice da ex-vereadora, cujo nome já foi aprovado, por unanimidde, em assembléia.

Aliás…

A questão do PT pode ser vista por dois lados distintos. No primeiro, a falta de alianças fechadas prematuramente facilita a atração de nomes para a chapa, sem se comprometer em um primeiro momento, e sem o risco de ter que desfazer alianças no meio do caminho. No segundo prisma, a falta de alianças em um primeiro momento dificulta a prospecção de bons nomes para montar chapa, o que em tese, ajudaria os adversários que acabam com uma certa “prioridade de escolha”.

Por falar nisto

É curioso avaliar que parece que foi o PT de Angra que escutou o conselho que Jorge Picciani deu aos Peemedebistas: “Esperem até março para definir nomes com base nas pesquisas de opinião. Não se afobem.”

E o Tuca como fica?

Este é o grande mistério que só vai se revelar nos próximos dias. Embora o Prefeito licenciado tenha um capital político duvidoso, é fato pacífico que ele tem uma máquina gigantesca e milionária nas mãos. Neste ângulo ele tem três opções mais viáveis: a Primeira é colocar a máquina para tentar ressuscitar a idéia da própria reeleição. A Segunda é aceitar a candidatura de Fernando e ajudar o primo. A terceira é ele “fazer seu candidato”, seja ele o Aurélio, Essiomar, ou algum outro nome de sua preferência.

Aliás…

O Presidente da Câmara, José Antônio me respondeu a pergunta sobre a volta do Tuca com a seguinte frase: “Era mais fácil eu te dar os números da Mega Sena!”

Apostas?

Hoje não arrisco nenhuma, já que o quadro ainda está muito embaralhado. E vocês?

Comentários