MPRJ denuncia suspeitos de tráfico presos com fuzil em Angra

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 1ª Promotoria de Justiça Criminal de Angra do Reis, ofereceu denúncia contra Nei Moreira Fillho, conhecido como “Fofucho do Belém”, Paulo Henrique dos Santos Oliveira e Thalles Alves dos Santos Rangel pela prática dos crimes de associação para o tráfico de drogas e tráfico de drogas com emprego de arma de fogo.

 Os três foram presos em flagrante no último dia 5 de junho, no Parque Belém, em Angra dos Reis. Após receber denúncias de que homens armados estariam praticando o tráfico de drogas na comunidade, policiais militares realizaram uma operação no local. Numa casa, encontraram Paulo Henrique e Thalles. No imóvel, os PMs apreenderam um fuzil calibre 5.56 mm, munições, material para endolação e 380 tubos de cocaína.

Após a descoberta da polícia, os dois suspeitos afirmaram que as armas, munições e drogas pertenceriam a Nei e indicaram o local onde ele poderia ser encontrado na comunidade. Os agentes então foram até a casa apontada e prenderam o suspeito.

Pela conduta dos três, o Ministério Público fluminense requer à Justiça suas condenações, de acordo com os artigos 33, 35 e 40, inciso IV, da Lei Federal n.º 11.343/06. A pena do artigo 35 é de três a 10 anos de prisão e a do artigo 33 é de cinco a 15 anos, podendo ser aumentada em até 2/3 em virtude do emprego da arma de fogo.

Comentários