MP recebe denúncia sobre “fim” do Prodetur da Ilha Grande

Nesta quinta-feira, 10, o vereador Zé Augusto apresentou denúncia ao Ministério Público Estadual sobre o fim das obras de reurbanização da Vila do Abraão que deveriam ter sido feitas pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro por meio do Prodetur (Programa Regional de Desenvolvimento do Turismo). Segundo informações recebidas pelo parlamentar, a empresa responsável pela obra está retirando o material da Ilha Grande por conta da falta de pagamentos por parte do Estado.

O investimento previsto para a obra era de R$28,3 Milhões, mas os aportes financeiros foram paralisados em 22 de dezembro de 2016. Por conta disto, a empresa HG Engenharia, responsável pelo Prodetur da Ilha Grande, está retirando todo o material do canteiro de obras, deixando a Villa do Abraão com mais de 60% da obra inacabada e sem perspectivas de conclusão destas intervenções, consideradas um marco para a economia local. A imagem dos canos empilhados para serem transportados de volta ao continente impressiona.

 

A farra do desperdício com o dinheiro público e o desrespeito aos cidadãos fluminenses tem um novo capítulo. Mais uma vez, ao invés de água e esgoto, jogaram Dinheiro Público pelo cano. Estas obras eram fundamentais para capacitar ainda mais o turismo da Ilha Grande”, desabafou o parlamentar.

Sobre o Prodetur:

As Obras do Prodetur da Ilha Grande, orçadas em R$28,3 Milhões, eram financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e previam um novo sistema de abastecimento de água e de saneamento e a urbanização da Vila do Abraão, na Ilha Grande, que incluíam pavimentação, drenagem, recuperação estrutural, construção de pontes, paisagismo e iluminação pública.

Comentários