Meio Ambiente faz operação no Camorim

Fiscais encontram área pública ocupada ilegalmente.

Equipe de fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento da Prefeitura de Angra, com o auxílio da Polícia Militar e da Subsecretaria de Serviços Públicos, realizou uma ação no Camorim, na terça-feira, dia 16, e encontrou várias irregularidades em área de domínio público: loteamento ilegal, construções e desmatamento.

– O grupo coibiu as irregularidades com seis policiais militares, quatro funcionários da Subsecretaria de Serviços Públicos e sete fiscais de nossa secretaria – informou o fiscal municipal de urbanismo Eduardo Brasileiro.

A área é definida pela legislação como uma Zona Ambiental de Ocupação Coletiva e nela só podem existir equipamentos públicos. Mas a equipe encontrou no local a ocorrência de parcelamento clandestino, ou seja, loteamento ilegal, obras irregulares e desmatamento.

Segundo o fiscal de urbanismo, a equipe demoliu as construções (barracos) e autuou os responsáveis, que no momento da ação de fiscalização estavam na área.

Comentários