Maricultores recebem material para cultivo de vieiras

wpid-maricultores-1.jpg
Compartilhe!

Na última semana, a Prefeitura de Angra deu mais um passo importante no projeto de seleção pública que escolheu dois novos produtores de vieiras da baía da Ilha Grande. Foi realizado o ato de entrega de todo o material necessário para a criação de uma nova fazenda marinha a um dos selecionados. Eduardo Rodrigues, morador da praia de Matariz, recebeu o material da equipe da Secretaria de Pesca e Aquicultura.

O maricultor recebeu boias, cabos, lanternas e 50 mil sementes de vieiras. Todo esse material, necessário para dar início ao cultivo, é estimado em cerca de R$ 90 mil. Segundo o gerente de Maricultura, Marcelo Lacerda, a entrega foi feita no momento ideal, uma vez que de março a novembro é o período de engorda das vieiras, o que para o maricultor é certeza de retorno do investimento que foi feito.

– O projeto de escolha de novos produtores ainda está em andamento, porque o licenciamento ambiental para a instalação das duas novas fazendas está em tramitação. Mas, para não perder a temporada de engorda, nós entregamos o material ao maricultor selecionado, que já fechou uma parceria com um outro produtor da praia do Bananal, já licenciado, para iniciar o cultivo – explicou Marcelo.

Essa parceria vai permitir que o novo maricultor tenha retorno financeiro já no final deste ano e possa investir seus próprios recursos em sua produção no ano que vem. Até lá, sua fazenda marinha já estará licenciada.

O projeto de seleção de novos maricultores tem como objetivos gerar emprego e renda e também possibilitar a manutenção dos pescadores na Ilha Grande.

– A vieira é uma especiaria nativa da Ilha Grande que vem fazendo sucesso nos melhores restaurantes da região e também no eixo Rio-São Paulo. Incentivar o seu cultivo é um dever do poder público – declarou Lacerda.

Quinze pescadores da Ilha Grande participaram da seleção para receber o incentivo da prefeitura. Todos foram avaliados e escolhidos por um grupo de técnicos da Secretaria de Pesca, da Associação de Maricultores da Ilha Grande (Ambig), da Fundação Instituto da Pesca do Estado do Rio de Janeiro (Fiperj) e do Instituto de Ecodesenvimento da Baía da Ilha Grande (IED-BIG). A escolha obedeceu a alguns critérios, como ser da Ilha Grande, ter conhecimento em maricultura e pesca e ter experiência com o mar.

O outro selecionado foi Joceli de Nascimento, pescador da Praia Vermelha, que receberá o material da Secretaria de Pesca nas próximas duas semanas.

– Os dois selecionados vão receber também uma assessoria técnica daqui da Secretaria de Pesca e serão periodicamente avaliados em seu trabalho de cultivo, que terá que obedecer aos critérios determinados pelo projeto de seleção, caso contrário, eles poderão ter o seu termo de permissão de uso de bem móvel cancelado – lembrou o gerente.

Com os dois novos maricultores, a Ilha Grande passa a ter 15 produtores de vieiras em diversos pontos da baía, o que aumentará em, no mínimo, 100 mil sementes de vieiras cultivadas anualmente, representando um ganho significativo para o setor.