Mangaratiba define ações para minimizar efeitos da greve dos Caminhoneiros

O Prefeito de Mangaratiba, Aarão de Moura Brito Neto, e seu vice Renildo Brandão, convocaram uma reunião de secretariado nesta segunda-feira, 28, para definir as ações e diretrizes que a prefeitura seguirá com relação aos efeitos da paralisação realizada pelos caminhoneiros, iniciada semana passada.

As decisões já tomadas em relação à rede municipal de ensino foram mantidas. As aulas, suspensas nesta semana, só devem retornar no dia 4 de junho. Os dias letivos serão repostos em datas a serem divulgadas posteriormente pela Secretaria de Educação.

Já na Saúde, os profissionais que atuam na rede pública municipal estão tendo dificuldades de deslocamento, dessa forma, alguns serviços da rede foram suspensos, entre eles: cirurgias eletivas, atendimento ambulatorial (consulta agendada) e coleta de exames laboratoriais de rotina. Os atendimentos de urgência e emergência, tanto no Hospital, quanto nas Unidades Básicas de Saúde do município, funcionam normalmente, além do TFD (Tratamento Fora de Domicílio), que segue levando pacientes de Mangaratiba para outros municípios para exames e tratamentos médicos.

A coleta diária de lixo, está sendo realizada uma vez ao dia. A prefeitura pede o apoio imprescindível dos moradores, no sentido de que não descartem seu lixo após a passagem dos caminhões, e que evitem descarte de entulhos e galhadas.

Os demais serviços básicos da prefeitura, como o funcionamento administrativo da sede, Defesa Civil, administrações distritais, Centros Sociais (CRAS), Teleinfos, e limpeza urbana seguem normalmente.

Em respeito ao funcionalismo municipal, o Prefeito anunciou também a antecipação do pagamento dos servidores. O pagamento referente ao mês de maio será depositado na conta nesta terça-feira (29).

Comentários