Interditada área de extração ilegal de areia

Interditada área de extração ilegal de areia

A Prefeitura de Angra interditou uma propriedade em que havia extração ilegal de areia, às margens do rio Bracuí, na quarta-feira, dia 27. A ação foi conjunta, entre a equipe de Fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano, o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Os fiscais encontraram no local uma retroescavadeira, que foi apreendida, e várias pessoas realizando a extração ilegal de areia. O dono da área foi identificado, e as medidas no âmbito criminal serão encaminhadas pelo Ibama. “A Prefeitura de Angra dos Reis, neste caso, atua na esfera das infrações administrativas”, informou o fiscal municipal de Urbanismo, Eduardo Brasileiro.

A propriedade está localizada dentro da Área de Proteção Ambiental (APA) de Tamoios e, segundo o fiscal, já havia cerca de 20 metros cúbicos de areia extraída. Ele afirmou que a atividade ilegal existe há algum tempo e que uma quantidade maior já foi retirada do local. “Não conseguimos flagrar a extração anteriormente porque não havia condições de acesso à propriedade”, disse Eduardo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.