Fernando Jordão anuncia medidas administrativas

13714423_1235455013131494_2072772161_n
Fernando Jordão e Parente
Compartilhe!

Prefeito eleito também detalha parte de seu secretariado.

Em entrevista à Rádio Costazul, concedida na última quinta-feira, 23, o prefeito eleito de Angra dos Reis, Fernando Jordão, acompanhado de seu vice, Manoel Parente, detalhou algumas medidas que tomará à partir de janeiro, quando será empossado. Ele também adiantou alguns nomes de seu secretariado.

O novo secretário de Fazenda será José Carlos de Abreu, que foi secretário de Volta Redonda. O diretor do Hospital da Japuíba será Sebastião Farias, que dirigiu o Hospital São João Batista, também na Cidade do Aço. O secretário de Saúde será o Dr. Gustavo Villa, suplente de vereador na próxima legislatura. O atual prefeito de Vassouras, Renan Vinicius Santos, que é médico, também participará da gestão da saúde.

O presidente do SAAE será Paulo Cézar de Souza, que coordenou o SAAE de Volta Redonda, e segundo Jordão, uma das primeiras medidas do novo gestor será encampar a CEDAE. O Secretário de Governo será Marcus Veníssius Barbosa, Célia Jordão assumirá a Assistência Social, o vereador Jorge Eduardo Mascote assumirá a pasta do Esporte, Roberto Peixoto será o Controlador do município e a TurisAngra será gerida pelo jornalista Carlos Vasconcelos Peninha. Segundo Jordão, o nome de quem ficará à frente da secretaria de Obras continua indefinido.

Economia e mudanças administrativas

O prefeito eleito anunciou que fará uma auditoria contábil e financeira na prefeitura já no início do ano e que por conta disto a prefeitura ficará fechada durante alguns dias. Jordão também adiantou que fará um grande corte de despesas na estrutura administrativa. “Não aceito ninguém que venha me trazer menos de 30%. Nós vamos reduzir 30% em tudo que é conta. O secretário que não cumprir eu tiro na hora”, adiantou o prefeito eleito, que pretende renegociar a dívida do município com o Governo Federal.

Entre as medidas anunciadas está a convocação de todos os servidores públicos cedidos com ônus para o município para outros órgãos, a implantação de sistema biométrico de controle de ponto e a suspensão das horas extras. “As horas extras só serão concedidas com a minha autorização. Não se pode fazer composição salarial com elas” – afirmou.

Fernando afirmou ainda que anunciará outras medidas para a recuperação das finanças do município e entre elas está a suspensão de benefícios fiscais concedidos à marinas e clubes, como o Aquidabã e o Iate Clube de Santos.

Jordão agradeceu à atual legislatura da Câmara Municipal por ter aprovado a mudança na estrutura administrativa da Prefeitura, que conta com uma redução de 800 cargos comissionados, o que significará economia de aproximadamente R$31 milhões anuais. Ao todo o prefeito eleito contará com 217 cargos de livre nomeação.

O prefeito eleito vai dar posse ao novo secretariado do governo municipal, no dia 1º de janeiro de 2017, domingo, às 20h30, em um evento na sede da Prefeitura de Angra, logo após o evento de sua posse, do vice-prefeito, Manoel Parente, e dos 14 novos vereadores da Câmara Municipal, que vai acontecer no mesmo dia, na sede social do Iate Clube Aquidabã, às 18h.
No evento na Prefeitura Municipal, Fernando Jordão fará a oficialização dos nomes dos secretários que comporão seu governo.

Santa Casa em pauta

No próximo dia 11, o prefeito já empossado participar de uma reunião no Ministério Público para tratar da questão da Santa Casa de Misericórdia, que desde o governo Tuca Jordão encontra-se sob intervenção.

Fernando também reafirmou que reabrirá a UPA da Japuíba, que será a porta de entrada para o sistema de saúde do município.