Expansão do porto de Angra prevê mais de 217 metros de cais

Compartilhe!

Rio – A expansão do Porto de Angra dos Reis, um dos maiores no Brasil, está planejada. A previsão é que as obras serão executadas até 2015. A primeira fase do projeto, até 2012, prevê investimentos de R$ 60 milhões. Além da implantação de fábrica de tubos flexíveis no pátio do terminal, gerando mais de 7 mil empregos, diretos e indiretos, a cidade do litoral sul terá outros benefícios: o fluxo de embarcações de atracação de cargas será ampliado com o aumento de 217 metros de cais; a infraestrutura portuária será modernizada; haverá implantação de um centro de capacitação e treinamento de mão de obra e de programas socioambientais e, ainda, a reintegração da área do Cais da Lapa.

A empresa Technip (detentora de 70% das ações da arrendatária do porto, a Angra Porto) quer fazer do Porto de Angra um gigante na área de apoio à exploração do pré-sal. O diretor-executivo do Terminal Portuário de Angra dos Reis, Robson Rangel, destacou que o potencial de produção do pré-sal é de 100 bilhões de barris de petróleo, com investimentos confirmados da Petrobras de R$ 200 bilhões nos próximos cinco anos. “Será feito um plano de recrutamento e treinamento de profissionais de Angra dos Reis e um programa de estímulo para desenvolver o mercado de serviços na cidade. Basicamente, as atividades a serem desenvolvidas são logística, manutenção e fabricação”, concluiu Robson Rangel.

LOGÍSTICA

O desenvolvimento de toda a área, paralelamente ao turismo, é um desafio para o prefeito Tuca Jordão. “Nossa preocupação é com o desenvolvimento econômico e social, ou seja, em melhorar as condições de vida de nossa população”, disse o prefeito, enquanto o diretor do terminal, Robson Rangel, explicou que, devido à exploração de petróleo na camada do pré-sal, Angra dos Reis tem uma vocação natural para ser um centro de apoio logístico para as empresas. “Este projeto de expansão é um marco para o desenvolvimento do porto e, consequentemente, da cidade”, afirmou Robson.

A base principal da importância do Terminal Portuário de Angra dos Reis é pelo fato de ter como instalação subordinada outro terminal importante, o da Baía da Ilha Grande, da Petrobras, que movimenta grandes quantidades de petróleo e posiciona o Porto de Angra como um dos mais movimentados do País. Como atração turística, estadual e nacional, o porto em expansão se junta à beleza das praias e das regiões próximas, pois Angra possui mais de três centenas de ilhas. Muitas delas têm, como proprietários, celebridades nacionais e internacionais.

Exportações de aço da CSN feitas pelo porto

A Companhia Siderúrgica Nacional, sediada em Volta Redonda, utiliza o Porto de Angra para as suas exportações de aço. Aliás, este procedimento vem desde o século 20, quando a CSN era abastecida de carvão de coque, proveniente de Santa Catarina. O porto é referência na cidade de Angra dos Reis, situada na microrregião da Costa Verde de Estado do Rio de Janeiro, e descoberta em 6 de janeiro de 1502 e colonizada em 1556. Atualmente, a população é de 168.664 habitantes. Os municípios limítrofes a Angra são Paraty, Rio Claro e Mangaratiba no território fluminense, e Bananal e São José do Barreiro no lado paulista.

Após 1872 entra em decadência com a inauguração das estradas de ferro, voltando a ocupar posição de destaque na terceira década do século 20, quando um ramal ferroviário passa a fazer a ligação aos estados de Minas Gerais e Goiás, por ele escoando a produção agrícola. O ramal ferroviário, em bitola métrica, ainda existe, sendo operado atualmente pela Ferrovia Centro-Atlântica.

Fonte: Jornal O DIA