Estado suspende o Aluguel Social

wpid-Angra-dos-Reis.jpg
Compartilhe!

118 famílias de Angra são prejudicadas. Aquelas que recebem o benefício pela Prefeitura de Angra continuam a recebê-lo normalmente.

O governo do estado suspendeu o Aluguel Social. A informação veio do superintendente de Políticas Emergenciais da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos, Luzinei Matheus. A suspensão prejudica 118 famílias em Angra.

A Prefeitura de Angra, no entanto, não está medindo esforços para reverter a situação. Quase 700 famílias passaram a receber Aluguel Social depois da tragédia de 2010, quando a chuva causou estragos no Bananal (Ilha Grande) e no Morro da Carioca (Centro). Foram 52 mortos e centenas de desabrigados.

ENTENDA O CASO:

– Em dezembro de 2013, 167 famílias que recebiam o benefício pela Prefeitura de Angra migraram para o programa Morar Seguro e passaram a recebê-lo por meio do governo do estado. Em julho de 2015, o estado realizou um recadastramento, e as famílias que não compareceram para entregar os documentos necessários tiveram seus benefícios cortados. Até o dia 31 de maio, 118 famílias recebiam do estado o Aluguel Social de R$ 500,00, mas já fomos informados que o pagamento não acontecerá no final de junho – explicou a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos da Prefeitura de Angra, Neuza Nardelli.

O custo do estado com o pagamento do Aluguel Social para as 118 famílias em Angra é de R$ 59 mil. Já o município, que hoje arca com aluguel de 356 famílias, tem um custo de R$ 181.560,00. A secretária municipal garante que está cobrando com afinco a equipe da secretaria estadual.

ESVAZIAMENTO DO ESTADO EM ANGRA DOS REIS

– Mais uma vez o estado deixa Angra dos Reis na mão. Não repassa a verba para o funcionamento do Hospital Geral da Japuíba e da UPA, retirou as sirenes por não poder arcar com manutenção, não vai terminar as obras de contenção… E o município não tem como assumir tudo isso. De qualquer forma, estamos cobrando do governo do estado – finalizou a secretária.