Últimas noticias e informações sobre Angra dos Reis (Continente e Ilha Grande), Mangaratiba e Paraty.

Estado prorroga para 60 dias licença de operações no Tebig

A licença para as operações do Tebig, em Angra dos Reis, foi prorrogada por mais 60 dias pelo secretário de Estado do Ambiente, André Correa. A notícia foi dada nesta terça-feira, 8, em primeira mão, à prefeita Conceição Rabha e ao vice-prefeito Leandro Silva, durante reunião na Alerj, no gabinete do líder do Governo do Estado, deputado Edson Albertassi, que vem apoiando as reivindicações do governo municipal relacionadas ao terminal petrolífero.

Segundo a prefeita Conceição Rabha a liberação da licença para as operações do Tebig por mais dois meses é uma vitória, mas a luta para conseguir uma licença mais extensa, que dará segurança para o município de que as operações no terminal não serão paralisadas, continua.

– O terminal da Petrobrás funcionando sem riscos de paralisações é de extrema importância para toda a economia de Angra dos Reis. Por isso, estamos todos empenhados nesse assunto até que ele seja plenamente resolvido – destacou a prefeita, que nesta quarta-feira, 9, participará de uma série de reuniões no Rio, com o próprio secretário André Correa e também com o governador Luiz Fernando Pezão. No próximo dia 14, a Prefeita Conceição terá uma reunião com a direção da Transpetro para tratar deste assunto.

Durante a reunião no Rio, da qual também participou boa parte dos vereadores de Angra, o secretário André Correa explicou que neste período de dois meses vai continuar discutindo, com os responsáveis pelo Tebig, as questões operacionais que vem impedindo a emissão de uma licença definitiva para o terminal e a questão das contrapartidas socioambientais para os municípios de Angra dos Reis e Mangaratiba.

– Nós entendemos a preocupação da prefeita Conceição Rabha e do vice-prefeito Leandro Silva, assim como a dos vereadores da cidade, mas temos que chegar a um bom termo com o Tebig para que a possibilidade de vazamentos e danos ao meio ambiente seja zero, caso contrário uma licença definitiva será inviável – destacou o secretário, que lembrou ainda que essa preocupação diz respeito diretamente à baia da Ilha Grande, um dos maiores santuários ecológicos do estado do Rio de Janeiro.

André Correa afirmou ainda que as conversas com a direção do Tebig têm sido boas e que existe uma vontade real dos responsáveis pelo terminal em equacionar as exigências do estado para garantir operações seguras. André Correa destacou ainda que as operações ship-to-ship, que são aquelas feitas dentro da baia de navio para navio, continuarão suspensas.

O vice-prefeito de Angra dos Reis, Leandro Silva, destacou as consequências que o município poderia sofrer caso a licença definitiva de operações do terminal não seja renovada.

– Não podemos permitir o fechamento do terminal, o que acarretaria na demissão de vários pais de família e a queda de cerca de R$300 milhões na arrecadação do município, com impostos como ICMS, Royalties, entre outros. Neste momento não há bandeiras partidárias, todas as lideranças do município, com o apoio de deputados estaduais e federais, estão unidos por Angra dos Reis – finalizou Leandro.

Comentários