Deputados cobram solução para barreira no Morro da Cruz

60520893_2224133034333484_1891650150032474112_o
Compartilhe!

Contratação emergencial foi feita ontem. Obras devem começar nos próximos dias.

Forças políticas que tiveram votos em Angra dos Reis nas últimas eleições já se mobilizam na busca por uma solução definitiva para a barreira que caiu na Rodovia Rio-Santos, nas proximidades do Morro da Cruz, em Angra dos Reis. No início de Abril a barreira caiu e desde aquele momento tem causado transtornos para quem usa a rodovia. Medidas paliativas foram tomadas, mas ainda não há uma solução definitiva.

Entre as autoridades que já estão atuando para ajudar a resolver o problema está o Deputado Estadual Gustavo Tutuca, que protocolou nesta semana, na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), a indicação, de número 3416/19, solicita que o Conselho Diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) seja oficiado e adote providências para a liberação total do trecho. “Precisamos de medidas urgentes. Já tem mais de um mês que houve o problema e não deram solução definitiva. É muito tempo”, o cobrou o parlamentar.

O Deputado Federal Luiz Antônio Corrêa esteve nesta quinta-feira, 16, no DNIT, em Brasília, cobrando uma solução para este problema e também para uma outra barreira, na altura de Monsuaba. “Ambos os locais apresentam chances de deslizamento. Angra já sofre com a violência e não pode ser acometida de outros desastres“, afirmou.

Solução a caminho

A contenção da barreira do Morro da Cruz desmoronou no início do mês de Abril e desde então vem causando problemas para quem passa na Rio Santos. No dia 18 do mês passado, a prefeitura de Angra, com o apoio do DNIT, demoliu parte do trevo, abrindo mais uma pista para diminuir o gargalo que se formou no local.

No último dia 11, o prefeito de Angra, Fernando Jordão, havia anunciado que após cobranças o DNIT havia informado que publicaria o resultado da Licitação nesta semana, fato que aconteceu nesta quarta-feira, 15, segundo informações do G1.

O DNIT informou esta semana que celebrou contrato emergencial para estabilização dos taludes com a empresa KBG Construtora, no valor de R$ 8,415,067,44. O extrato de dispensa de licitação foi publicado no Diário Oficial da União na quarta-feira, 15, e o início dos serviços está previsto para o terceiro dia após a publicação, conforme informação da Superintendência Regional do Rio de Janeiro.