Consulado confirma mortes de chilenos por febre amarela em Angra

Com estes dois óbitos, sobe para nove o número de mortes pela doença no município. Secretaria de Saúde do Estado não divulgou novo boletim confirmando os casos.

Consulado da Embaixada do Chile no Brasil confirmou nesta terça-feira, 20, que os dois turistas chilenos morreram após contrair febre amarela na Ilha Grande, em Angra dos Reis. Com isso, sobe para nove o número de óbitos por causa da doença no município. Angra é a cidade com maior número de mortes no estado.

Uma das vítimas chilenas, Felipe Santander, de 35 anos, esteve na Ilha Grande — onde a maioria dos casos confirmados foram registrados — e não tomou a vacina. Ele estava há um mês na Costa Verde e morreu na sexta-feira (16). Segundo familiares, ele havia sido alertado sobre o risco da doença na localidade.

No boletim epidemiológico divulgado na noite de segunda (19) foram confirmados 12 casos de febre amarela no município, sendo sete mortes.

As informações são da TV Rio Sul.

Comentários