Começa o mutirão de cirurgias de catarata em Angra dos Reis


O sábado, 7, começou com a expectativa de uma nova visão para 24 pessoas que aguardavam para serem operadas de catarata no dia de hoje, no Hospital Geral da Japuíba (HGJ). Esse grupo faz parte do mutirão, promovido pela Prefeitura de Angra, que incluirá ao todo 360 pessoas que há anos aguardavam na fila pela operação.


O secretário hospitalar, Sebastião Faria, lembrou que a catarata é hoje umas das principais causas de cegueira, mas que felizmente é reversível com cirurgia e que oferecer esse tipo de operação em Angra era um grande anseio da população.

As cirurgias serão realizadas ao longo de três meses por uma equipe formada pelos médicos oftalmologistas Marcelo Sampaio Patriota e Diogo Lucena; o anestesista, Rodrigo Muchelli, que também é o secretário executivo de Saúde; um instrumentador e dois profissionais de enfermagem. Conforme forem sendo chamadas, as pessoas passarão por exames para obtenção do risco cirúrgico, além de uma análise oftalmológica.

As pessoas que necessitam da cirurgia e que não forem chamadas pela Secretaria Municipal de Saúde, na próxima semana, devem procurar a unidade de saúde mais próxima de sua residência com a guia de encaminhamento para fazer parte de um próximo mutirão que deve acontecer em breve.

Comentários