Últimas noticias e informações sobre Angra dos Reis (Continente e Ilha Grande), Mangaratiba e Paraty.

Coleta de lixo volta ao normal

Prefeitura de Angra organizou uma força-tarefa para minimizar os transtornos pela descontinuidade dos serviços.

Chegou ao fim a paralisação da Limppar, empresa terceirizada responsável pela limpeza urbana no município de Angra dos Reis. O serviço de coleta de lixo foi normalizado nesta sexta-feira, 10. Durante os quase dois dias de paralisação (quarta e quinta), a Prefeitura de Angra, além de notificar a empresa para a retomada imediata das atividades, também se mobilizou, por meio da Secretaria Executiva de Serviço Público e com recursos próprios, em uma ação emergencial para minimizar os transtornos à população.

A força-tarefa da prefeitura recolheu o lixo nos corredores dos maiores bairros e também incluiu a Ilha Grande. Dois barcos enviados pela prefeitura fizeram o transporte do lixo da ilha para o Centro. O material depois seguiu para o aterro sanitário do Ariró. O subprefeito da Ilha Grande, Jesi Batista, o Mão Branca, destacou a colaboração da comunidade.

– Os moradores e comerciantes entenderam que a gente quer e precisa manter a ilha limpa e fizeram o descarte do lixo nos locais corretos. Quem pôde guardar o próprio lixo em suas residências, enquanto a coleta esteve interrompida, também colaborou. A parceria da comunidade com o poder público na gestão dos resíduos é fundamental – destaca Mão Santa.

Na quinta-feira, dia 9, a equipe da Secretaria Executiva de Serviço Público da prefeitura se reuniu com a Limppar, na sede da empresa, no Ariró, em busca de soluções para a paralisação do serviço prestado. A empresa foi notificada para o retorno imediato das atividades. Ainda na quarta-feira, primeiro dia de paralisação, a prefeitura emitiu a primeira notificação à empresa, solicitando o cumprimento do contrato e ressaltando que o serviço prestado é de caráter essencial e contínuo, uma vez que sua ausência acarreta “prejuízos imensuráveis à saúde pública, ao meio ambiente, às atividades econômicas, proliferação de vetores, dentre outros danos.”

Comentários