Chuva forte causa queda de pedras na Rio X Santos

As pedras que caíram na Rio x Santos deixaram a rodovia em meia pista
Compartilhe!

Apesar do alto índice pluviométrico, foram poucos os chamados de emergência.

A Defesa Civil de Angra dos Reis registrou alto índice de chuvas na cidade no último final de semana. O clima foi monitorado desde a última sexta-feira, 20, pela equipe de emergência da autarquia, além do Centro de Gerenciamento de Operações. A ocorrência mais grave foi a queda de um bloco de pedras na Rio x Santos, na altura do bairro Pontal, atingindo um veículo. Havia três pessoas pessoas no carro e todas foram atendidas pelo Corpo de Bombeiros, sem ferimentos graves. Por causa da queda das rochas, a rodovia ficou obstruída na noite do domingo, 22. Equipes da Defesa Civil e da Superintendência de Trânsito estiveram no local para orientar e avaliar os danos. Nesta segunda-feira, 23, o tráfego foi retomado em sistema de ‘pare e siga’ até a remoção dos detritos.

O monitoramento das chuvas apontou altos índices pluviométricos. No sábado, 21, foram registrados 32mm de chuva no Centro da cidade, 30mm no Balneário e uma média de 20mm no restante do município. No domingo, 22, com a chegada de uma frente fria, a chuva forte começou por volta das 15h30. O acumulado em 24 horas chegou em 79mm em Monsuaba, 75mm em Cantagalo e 74mm no Belém. No domingo, choveu ainda 72mm em Portogalo e 63mm na Serra D’água. Os sistemas de sirene nestas localidades não chegou a ser acionado, mas a Defesa Civil enviou mensagens do tipo SMS com orientações sobre o tempo fechado e a ocorrência de chuvas e ventos.

— Temos sirenes nos bairros e ela seriam soadas se atingissem um limite de 100mm de chuva. Ainda estamos em estado de alerta, pois existe previsão de chuva para os próximos dias. Se em um desses bairros atingirmos o limite, vamos abrir pontos de apoio e pedir para que os moradores saiam de suas casas. De qualquer forma, nossas equipes estão nesses bairros avaliando a saturação do solo – explica o secretário de Defesa Civil, Marco Oliveira.

A queda de pedras na Rio x Santos atingiu um veículo.

Além da queda de pedras na Rio x Santos, na altura do Pontal, houve pequenos chamados de emergência no fim de semana, todos sem gravidade. Na Enseada, uma casa foi parcialmente interditada devido à queda de um muro de contenção na residência, que estava sendo construído de forma irregular. Ninguém se feriu. No Campo Belo, uma casa foi alagada. A residência foi construída ao lado do canal de drenagem, mas a estrutura do imóvel não foi comprometida. No Caetés, a equipe da Defesa Civil atendeu a chamada por queda de árvore e obstrução parcial da pista, rapidamente liberada.

A Defesa Civil permanece em estado de alerta e qualquer dúvida ou pedido de vistoria atende chamadas pelo telefone 199. A instituição funciona 24 horas por dia.

Ocupantes do carro atingido passam bem

Atualização (23/03 – 19h): De acordo com informações da Prefeitura de Angra dos Reis, dois dos três ocupantes do carro que se chocou com as pedras que caíram na Rio x Santos na noite deste domingo, 22, já tiveram alta. O terceiro passará por uma cirurgia ortopédica eletiva mas está fora de risco.

Segundo o Departamento de Infraestrutura de Transportes (Dnit), que realiza o trabalho de remoção das pedras, elas foram afastadas para o acostamento para evitar outros acidentes. O Dnit ainda informou que uma pedra maior vai precisar implodida, antes de ser retirada. O trânsito está em meia pista no local e o motorista deve redobrar o cuidado no local.