Últimas noticias e informações sobre Angra dos Reis (Continente e Ilha Grande), Mangaratiba e Paraty.

Candidatos a prefeitura de Angra debatem sobre o PCCR com servidores municipais

O Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) do funcionalismo municipal foi tema do debate que aconteceu no Plenário da Câmara Municipal, na última terça-feira, dia 13 de setembro, com os candidatos a prefeito de Angra dos Reis.

Todos os sete candidatos foram convidados, com antecedência, e poderiam ser substituídos pelos vices se por ventura não pudesse comparecer. Na ocasião, os candidatos Dr. Cristiano Alvernaz (PRB) e Fernando Jordão (PMDB) não estiveram no debate e não mandaram os respectivos vices. As justificativas foram: Dr. Cristiano alegou uma viagem e Fernando Jordão mandou uma carta mencionando a ausência por conta da agenda de campanha. Ambos não mandaram os vices.
Já os candidatos José Antônio (PSDB), Aristides Cunha (PT), Dr. Gusmão (PPS) Engenheiro Rômulo (PSOL) e João Massad (DEM) compareceram ao debate e colocaram suas idéias para os servidores avaliarem e discutirem sobre o tema.

O debate foi mediado pelo jornalista Renato Aguiar, que conduziu junto com as servidoras públicas Mara Chistina Freire e Liliana Lorrosa. Além disso, os presentes puderam fazer perguntas que foram sorteadas para os candidatos à prefeitura respondessem. Todo o evento foi transmitido pela TV Câmara e um telão foi montado na praça para que toda a população de Angra dos Reis pudesse assistir ao debate inédito que aconteceu com os candidatos.

O candidato José Antônio (PSDB), auxiliado pelo seu vice, Mauro Garcia, falou sobre os problemas do funcionalismo municipal. Ele lamentou o não comparecimento dos candidatos e ressaltou que valorizar o funcionário é não fugir de debates e compromissos. Ele também se comprometeu, caso eleito, a se fazer presente, ele ou o vice, em todas as assembléias da classe.

– Quando fui presidente da Câmara contratamos através de concurso público 100 funcionários para contratação imediata e 100 ficaram no cadastro. Mudamos o quadro. Hoje têm mais funcionários concursados que contratados. A valorização é um compromisso. Não vou vender ilusões. Não tem como dia 1º de janeiro de 2017 colocarmos os salários em dia, como anda prometendo candidatos que querem iludir os eleitores. Vamos colocar a casa em ordem com as coisas simples para todos poderem ter o dia-a-dia tranquilo com os salários em dia, o médico no posto de saúde, os professores na escola e a lâmpada no poste de luz. Sou contra qualquer tipo de privatização, pois não gosto da idéia de passar a responsabilidade do que é nosso para terceiros. Temos que ter competência para resolver nossos problemas – afirmou o candidato, cujas contas em seu período como presidente do legislativo foram plenamente aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado.

Aristides Cunha (PT) pretende fortalecer e se aproximar do funcionalismo público.

– O atual governo enfrentou um cenário totalmente atípico, com a crise econômica do país. Meu compromisso é com o funcionário público, que será fundamental para que num nosso possível governo, nos ajude a colocar Angra novamente nos trilhos do desenvolvimento. Podem ter a certeza de que nunca tomarei decisões sem antes consultar a classe trabalhadora, todos terão voz e opinarão sobre os caminhos a serem tomados. O debate foi altamente produtivo e percebo que grandes dúvidas da classe foram respondidas – disse Aristides.

Comentários