Angra entre os 123 municípios com maior taxa de mortes violentas no país

O município de Angra dos Reis está entre os 123 municípios com a maior taxa de mortes violentas no Brasil, é o que mostra o Atlas da Violência 2018. Este estudo, elaborado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública foi divulgado na última semana.Foram analisados 309 municípios com mais de 100 mil habitantes e segundo o IPEA, este conjunto dos 123 municípios responde por 50% das mortes violentas no país. O Angranews já mostrou recentemente o aumento nos índices de violência no município.

O ranking mostra a quantidade de mortes violentas para cada 100 mil habitantes e a lista do Estado do Rio de Janeiro ficou da seguinte forma: Queimados (134,9), Japeri (95,5), Itaguaí (73,6), Nilópolis (73,3), Belford Roxo (58,1), Magé (57,1), São João de Meriti (56,0), Campos dos Goytacazes (55,8), Mesquita (54,4), Nova Iguaçu (54,4), Cabo Frio (53,7), Itaboraí (51,1), Angra dos Reis (49,1), Macaé (48,0), Duque de Caxias (47,2), São Gonçalo (43,9), Niterói (38,0), Rio de Janeiro (34,9).

Na conclusão do estudo os pesquisadores do IPEA destacam que “Se, por um lado, as ações devem passar, necessariamente, pelo uso mais inteligente e qualificado do sistema coercitivo para retirar
de circulação e levar ao sistema de justiça criminal homicidas contumazes, líderes de facções criminosas e criminosos que representam mais risco para a sociedade, por outro o planejamento
deve ser baseado em ações intersetoriais, ações estas voltadas para a prevenção social e para o desenvolvimento infanto-juvenil em famílias em situação de vulnerabilidade.

Verificamos ainda que existem diferenças abissais entre as condições de desenvolvimento humano nos municípios mais e menos violentos, o que ilustra e reforça o achado de inúmeros estudos que mostram a importância de investir em nossas crianças hoje para que elas não sejam os bandidos de amanhã. Com inteligência e método, podemos sonhar com um futuro mais pacífico. Mas precisa
haver interesse e envolvimento de toda a sociedade“.

Comentários