Últimas noticias e informações sobre Angra dos Reis (Continente e Ilha Grande), Mangaratiba e Paraty.

Angra é a cidade mais violenta da região

Angra dos Reis está em primeiro lugar entre os municípios mais violentos da região, segundo estatística do Instituto de Segurança Pública (ISP) do Rio de Janeiro. Este dado não parece novidade para moradores de comunidades que convivem com a insegurança e tiroteios quase diários.

Em levantamento divulgado pelo jornal A Voz da Cidade, Angra dos Reis apresenta nos oito primeiros meses do ano de 2017, 84 mortes, sendo delas 64 qualificadas em homicídio doloso, quando há intenção de matar, e 20 homicídios culposos, quando ocorre de forma involuntária, na maioria das vezes acidentes de trânsito.

Para o delegado titular da 166ª Delegacia de Polícia de Angra, Bruno Gilaberte, a maioria das mortes categorizadas como dolosas tem relação com o tráfico de drogas.

Segundo dados da Polícia Militar fornecidos ao Angranews, de Janeiro à Setembro deste ano, foram presas 125 pessoas no município e apreendidos 59,2 quilos de cocaína, 139 quilos de maconha e 89 armas, entre elas 3 fuzis e uma submetralhadora.

Segundo informações do vereador Sargento Thimóteo, o 33° Batalhão, que cuida de Angra dos Reis, Paraty, Mangaratiba e parte de Rio Claro; já contou com cerca de 540 policiais há cerca de 15 anos e hoje conta com aproximadamente 370 para os quatro municípios. Parte deste efetivo original se perdeu por conta de aposentadorias, transferências, licenças, etc.

A população pode colaborar com a polícia militar fazendo denúncias anônimas pelo telefone 190 ou pelos (24)98118-7378 e (24) 3362-4987.

 

Em busca de soluções

No mês passado a prefeitura de Angra aderiu ao Programa de Integração na Segurança (PROEIS), que visa contratar policiais de folga para reforçar o policiamento no município. As vagas diárias, num total de 22, estão distribuídas da seguinte forma: oito vagas para o Centro; duas para a Ilha Grande; quatro para a Japuíba; duas para o Frade; duas para o Parque Mambucaba; três para o Hospital Geral da Japuíba, sendo uma vaga por turno; e uma vaga para supervisão, estão sendo disponibilizadas em turno de oito horas, com alimentação.

Em Agosto, o Prefeito de Angra, Fernando Jordão, acompanhado do Presidente da Câmara, Zé Augusto, esteve com o governador Luiz Fernando Pezão, e com o Coronel Wolney Dias Ferreira, Comandante-Geral da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, solicitando reforço no efetivo da PM e ações mais frequentes e efetivas no policiamento ao município.

Na ocasião o Governador Pezão disse que vai tomar providências sobre o pedido de Angra dos Reis, mas segundo Zé Augusto, até o momento, não houve qualquer melhoria na estrutura do 33º Batalhão ou no aumento de efetivo.

“A manutenção de alguns carros da PM só tem sido possíveis graças à doações da iniciativa privada”, informou o parlamentar.

Câmeras de monitoramento continuam desligadas

Embora algum esforço esteja sendo feito por parte do poder público, alguns equipamentos que poderiam ser usados para a prevenção e solução de crimes, como as câmeras de monitoramento instaladas em alguns pontos de Angra dos Reis, continuam desligadas.

Somente este ano, três vereadores (Sargento Thimóteo, Flavinho e Luciana Valverde) fizeram indicações pedindo o religamento ou a ampliação deste serviço. Ainda não se tem notícias sobre o prazo para uma possível reativação destes equipamentos.

 

Comentários