Últimas noticias e informações sobre Angra dos Reis (Continente e Ilha Grande), Mangaratiba e Paraty.

Ações do Mês do Meio Ambiente acontecem até julho

Conferência da Cidade, seminário sobre educação ambiental, visitas guiadas, palestras, filmes e oficinas estão na programação.

As atividades organizadas pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano para marcar o Mês do Meio Ambiente continuam até o início do mês de julho, quando acontece a VI Conferência da Cidade.

Na tarde de terça-feira, 14, foi realizada no Horto Municipal, no Areal, uma oficina de cultivo de plantas em vasos, coordenada pelo biólogo Cristiano Vitor da Silva, gerente de Produção e Implantação de Paisagismo e Arborização da Subsecretaria de Parques e Jardins. Participaram das atividades as moradoras dos arredores do horto, a maioria donas de casa. Para elas, foram dadas informações sobre que tipo de terra utilizar, a manta para evitar o acumulo de água nos vasos e até sobre o comportamento das plantas que se autodefendem das ações do Sol, por exemplo. Na oficina, as donas de casa também conhecem onde são produzidas as plantas que ornamentam as praças e os canteiros da cidade.

– É daqui que sai todo o plantio das áreas públicas do município. Trabalhamos o tempo todo pensando na produção das plantas que vão embelezar a cidade e contribuir para que a população desfrute de áreas verdes – explicou o biólogo.

Para a dona de casa Neide Fonseca, de 62 anos, a atividade foi muito instrutiva e agregou outros conhecimentos, mesmo para ela, que cultiva há anos uma grande quantidade de plantas em casa.

– Gostei da oficina. Tem umas coisas aqui que parecem que facilitam o plantio. Além do mais, aproveitamos para conhecer outras pessoas e passear nesse lugar, que é tão bonito – resumiu dona Neide.

SEMINÁRIO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

Ainda fazendo parte da programação do Mês do Meio Ambiente, acontece nesta quinta-feira, 16, e sexta, 17, das 8h30 às 17h, o Seminário de Educação Ambiental. Um evento de construção coletiva entre pessoas e instituições interessadas em promover a educação ambiental no município de Angra dos Reis.

A proposta é envolver universitários com alunos da rede de ensino público da cidade. Participarão estudantes do Cederj (Biologia), Estácio de Sá (Gestão Ambiental), Unifoa (Engenharia Ambiental) e UFF (Geografia, Pedagogia e Políticas Públicas). No seminário vão acontecer apresentações de trabalhos de “captação de água de chuva”, “bromélias e o equilíbrio ambiental” e “jardim sensorial”.

As instituições que compõem a Rede de Educação para Redução de Desastres (RED) irão realizar atividades lúdicas de educação, enfatizando o tema redução de desastres. Além disso, a Subsecretaria de Parques e Jardins, Secretaria de Educação e Secretaria de Meio Ambiente se uniram para realizar com os alunos jogos de tabuleiro, teatro de fantoches, oficinas voltadas para percepção do risco, apresentação sobre unidades de conservações (UC’s), oficina de hortas e exibição de filmes com conteúdo ambiental.

– O seminário será uma bela oportunidade para envolvermos os alunos da rede pública na discussão em prol da conservação ambiental. As atividades são didáticas e lúdicas, o que facilita a absorção de conhecimento das turmas mais jovens – destacou o engenheiro ambiental e coordenador do CEA, Vitor Lisboa.

CONFERÊNCIA DA CIDADE

Encerrando a programação do Mês do Meio Ambiente acontece, nos dias 1º e 2 de julho, a VI Conferência da Cidade. O evento será uma etapa preparatória para as conferências estadual e nacional, que acontecem ainda em 2016. Durante a conferência de Angra, serão eleitos os delegados, que participarão das etapas ampliadas, e serão discutidas propostas que venham ao encontro do desenvolvimento do município de forma sustentável.

Na conferência também serão eleitos os membros para a nova comissão que comporá o Conselho Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Cmuma). A escolha será feita já com base na nova Lei de Gestão Democrática, que será votada nesta quinta-feira, na Câmara Municipal. Samir Assad, que é advogado especializado em questões ambientais e coordenador de Gestão Democrática do CEA, explica que a nova lei ampliará as ações em defesa do meio ambiente.

– A nova composição do Cmuma será eleita já com as diretrizes da nova Lei de Gestão Democrática, e as ações do conselho também serão desenvolvidas levando em consideração a nova legislação. Nossa expectativa é que a lei seja aprovada na Câmara Municipal, o que será mais um motivo para comemorar o Mês do Meio Ambiente – concluiu Samir.

PROGRAMAÇÃO

Dia: 15/6
Local: Horto Municipal (Areal) e UPR-VERDE (Ariró)
Ação: Visita orientada
9 e 14h

Dia: 16 e 17/6
Local: Centro de Estudos Ambientais (CEA)
Ação: Seminário de educação ambiental
Das 9 às 17h
Dia 17/6
Local: Praia do Bonfim
Ação: Limpeza da praia e do fundo do mar
9h

Dia: 18/6
Local: Praia da Biscaia (ação de saneamento)
Ação: Limpeza de praia e do fundo do mar
9h

Dia: 18/6
Local: Praia da Garatucaia
Ação: Limpeza de praia
9h

Dia: 24/6
Local: praia da Vila Histórica de Mambucaba
Ação: limpeza de praia
9h

Dia: 25/6
Local: Praia do Jardim
Ação: limpeza de praia
9h
Dia: 1º e 2/7
Ação: Conferência da Cidade
Local: Centro de Estudos Ambientais (CEA)
Dia 1/7 – 17h
Dia 2/7 – 8h30.

Comentários