13ª FITA encerra programação com estreias, peça argentina e homenagens

Último final de semana do festival contará com as presenças dos atores Bruno Montaleone, Cacau Protásio, Letícia Isnard, Guida Viana, Zéu Brito, Tonico Pereira, entre outros.


Aproximando-se do final da 13ª edição, a FITA – Festa Internacional de Teatro de Angra – apresentará 11 espetáculos de sexta, 28, a domingo, dia 30. São espetáculos para todos os gostos e de variados gêneros.

Na sexta-feira, 28 o musical infantil Bituca – Milton Nascimento para crianças encerra a temporada da Sessão Fitinha. Inspirado na vida e na obra de Milton Nascimento, o musical expõe em cena a ternura e os desafios inerentes ao processo de adoção e as dificuldades de inserção de uma criança negra em um ambiente majoritariamente branco.

À noite, a atriz Aline Carrocino apresenta Nara – a menina disse coisas. Ao lado de Marcos França, atores abordam momentos marcantes da vida de Nara Leão usando mais de 15 canções, todas significativas do seu repertório.

Zéu Brito traz o show de humorDelírios da Madrugada. Acompanhado de um violão, ator multimídia narra histórias inusitadas, poemas e fatos corriqueiros descobertos a partir de pesquisas na internet.

Desenlace, peça argentina, estreia na FITA – dirigida por Martín Flores Cárdenas, a montagem cruza teatro, performance, dança e música ao vivo. Cinco atores encenam a velhice e a possibilidade da morte tomando caminhos muito diferentes: dos mais convencionais aos menos ortodoxos.

Não me T.O.C, protagonizada pelo ator Bruno Montaleone, aborda o dia a dia de Nei que sofre de Transtorno Compulsivo Obsessivo.Misericórdia, comédia com a atriz Cacau Protásio, aborda a história de duas irmãs com personalidades muito distintas precisam organizar o velório da tia recém falecida.

No mesmo dia, Amir Hadad, homenageado nesta edição, dirige a peça Rugas, elaborada a partir de depoimentos com pessoas de diferentes faixas etárias e socioculturais e de pesquisas antropológicas, filosóficas e literárias, coloca em cheque a estigmatização da velhice, trazendo à tona conteúdo sério e profundo, mas também engraçado e poético, mostrando soluções para uma vida plena de felizes descobertas, com autoestima e qualidade de vida.

No domingo, a montagem Agosto,que tem no elenco as atrizes Guida Vianna e Letícia Isnard encerra a Mostra de Sucessos na praia do Anil. A peça de Tracy Letts é uma história sobre conflitos familiares. Uma peça sobre o inconfessável, sobre o que fica entalado na garganta e sufoca. A história de uma família desconectada, desfeita, cujos membros insistiram na união o quanto puderam, da forma que puderam, mas que chega finalmente ao limite da desistência.

Tonico Pereira, na Sessão Cult, apresenta o monólogo O Julgamento de Sócrates, uma livre adaptação de Apologia de Sócrates, de Platão, realizada pelo premiado autor Ivan Fernandes. O espetáculo dramatiza a defesa de Sócrates, no julgamento que o condenou à morte por envenenamento. Tonico receberá uma homenagem pelo trabalho artístico realizado ao longo dos 50 anos de carreira.

A FITA conta com patrocínio da Lei de Incentivo à Cultura, Ministério da Cultura do Governo Federal, Bradesco, EletroBras, apoio da Prefeitura Municipal de Angra dos Reis e Parceria Cultural com o Sesc RJ

Confira a programação completa emwww.fita.art.br e no material em anexo.

Comentários